Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Este mundo desgasta

- num curto espaço de tempo vi no Sapo Lifestyle, esse lugar de lendas, três interessantes artigos: um com o título: "É uma das mulheres mais sexy da Eurovisão, mas já foi gorda"; um sobre a idade em que se deve começar a aprender as tarefas domésticas ilustrado com imagem de uma mãe com a filha na cozinha e um sobre as vantagens de ser mãe a tempo inteiro. Que nunca nos esqueçamos nem por um único dia de qual é o nosso lugar no mundo...

 

- Pessoas que publicam frases inspiradoras sobre aceitação e logo a seguir dicas para ter um corpo de praia 

 

- O suspeito converteu-se à organização terrorista no ano tal e não: o suspeito converteu-se ao Islão no ano tal. Não pode ser assim tão difícil. Uma vez na cobertura televisiva de uma homenagem às vítimas de um atentado um microfone foi colocado à frente de uma rapariga de véu, apesar de estar ali um monte de gente que poderia falar...Se contribuímos para espalhar ódio qual é a diferença entre nós e os terroristas? Termos melhor aspecto?

 

- Ontem estava a pesquisar sobre um livro e encontrei uma opinião que dizia - "[pode] conter algumas situações que desagradam às leitoras mais feministas" Se vocês forem pouco não há problema. Ou se só forem feministas tipo uma vez por mês, quando estão com o período...

Mãos Atrevidas

Ontem encontrei um comentário de um tipo que dizia que não havia mal nenhum num homem pôr a mão na perna de uma mulher - isto vinha em seguimento de uma notícia sobre um ministro inglês que se demitiu depois de ter colocado a mão no joelho de uma jornalista durante um jantar. Ocorrem-me algumas questões: porque deve ser considerado aceitável tocar noutra pessoa sem autorização? É uma coisa que os homens costumam fazer entre si, tocar nas pernas uns dos outros? Ou é apenas considerado aceitável se a outra pessoa for uma mulher? Porque alguns homens continuam a achar que o nosso corpo está à sua inteira disposição e porque continuam a invadir o nosso espaço? Porque será que o conceito de consenso é tão difícil de compreender? Até um cachorro consegue perceber rapidamente o que é um não. Porque é que eu deveria achar excitante ser tocada desse modo? Porque alguns continuam a se fazer de vítimas dizendo que a culpa é nossa se nos sentimos desconfortáveis? E muito importante: porque não ensinam as meninas a partir os dedinhos dos atrevidos? Quem tiver uma resposta lógica para qualquer destas perguntas irá receber um queijinho. 

Triciclos numa lua de Hollywood

Quando casos de assédio e\ou abuso sexual transbordam para as notícias - sim eu sei, é uma coisa que raramente acontece especialmente nas grandes indústrias...Mas nas poucas vezes em que sucede, temos muito a aprender com as reacções subsequentes. Por exemplo, temos logo o grupo do: "isto é tudo um sério caso de politicamente correcto." Tenho medo de perguntar o que é ser politicamente incorrecto então...O grupo dos que acham injusto tanta preocupação com as vítimas e que alertam contra uma caça às bruxas - ora, eu cá espero que haja mesmo uma caça. Que destruam a carreira destes tipos até ficarem na miséria e depois os castrem com uma tesoura de trinchar peru. O grupo do: "isso é tudo mas é psicológico" - é giro porque parece a solução para a criminalidade. Socorro, fui esfaqueado! Isso é tudo psicológico, vai para casa. Que pena que a violência contra as mulheres não é na realidade considerado crime não é? Não arranjemos problemas onde eles não existem.

 

Basicamente quem diz isto está a equiparar eu dizer: "fui assediada!" com "ontem saí de casa de noite e fui até à lua de triciclo". Isso são coisas da tua cabeça, relaxa. E o grupo do: "vamos falar do problema das feministas loucas". Não querendo estragar o prazer a ninguém, mas vejo coisas mais perigosas a acontecer neste momento...Mas eu também não sou uma feminista confiável é claro. Nas reacções que se seguem a escândalos destes percebe-se quem é realmente homem e quem não é...E o que em geral as pessoas pensam sobre violência sexual. Vendo pelo lado positivo: é mais uma coisa que podem usar para provar que vivemos num mundo onde o sexismo é sistémico e onde o abuso de mulheres (especialmente, mas não só) é tolerado e incentivado - é possível que algumas pessoas ainda assim neguem. Uma vez aqui um tipo disse-me que o feminismo era tóxico e perigoso. Comentador feio! Quando eu estiver no palco dos Óscares não o vou mencionar no meu discurso. 

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?