Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Leituras e o Outono

B2 (4).jpg

(Imagem tirada daqui)

 

As minhas últimas leituras incluíram duas autoras que desconhecia completamente. Há algum tempo encontrei num blog amigo um link para uma iniciativa do Women's Prize, um conjunto de obras de autoras que publicaram sob nomes masculinos e que podiam ser descarregadas gratuitamente. Eu descarreguei os mais pequenos e devo ter tido sorte pois gostei bastante dos dois que li: Keynotes, um livro de contos de Mary Chavelita Dunne (George Egerton. Melbourne 1859 - Sussex 1945) e Growing Up, uma pequena novela de Natsu Higuchi (Ichiyō Higuchi. Tóquio 1872 - Tóquio 1896). As leituras ainda andam um bocado erráticas e tendo em conta o tempo até ao final do ano (ugh) é melhor abraçar o facto, mas estou a pensar ler Dias de Abandono da Elena Ferrante.

A razão porque não me ouvem a falar desta misteriosa escritora: não gosto muito de livros em série e depois porque o intenso entusiasmo de meio mundo acabou por matar o meu interessante, mas este livro não é muito grande. Também quero ler O Fim do Homem Soviético da Svetlana (vi agora que alguém escreveu na página do A Guerra não Tem Rosto de Mulher que o livro lhe "trouxe uma visão mais "adocicada" do exército soviético". Não seria esta a primeira palavra que me ocorreria, mas sou frequentemente surpreendida por coisas que pessoas escrevem na Wook...). Também me surpreende que haja gente a queixar-se do outono, quando nem sequer está frio. Já devíamos estar a dormir debaixo de cobertores, este tempo tem sido uma trapaça. E estamos a muito pouco tempo de gente se irritar com esta coisa americana das abóboras e tal e demandarem que voltemos às tradições verdadeiramente portuguesas. Também é sempre engraçado.

Leituras em modo lento

A17.jpg

 

Pode dizer-se que estou mesmo a levar a sério a ideia de abolir qualquer pressão para ler em grande quantidade...Lendo ainda menos do que o é costume. Acontece que depois de ler Kallocaína não consegui escrever de imediato sobre ele. Tive de tirar tempo para organizar as ideias e isso levou a um hiato. É um livro fantástico, que merece estar na vossa prateleira de distopias. A seguir li What It Means When a Man Falls From the Sky, uma colecção de contos de Lesley Nneka Arimah.

Já tinha lido um conto desta autora antes e gostei (disponível no The New Yorker, embora seja um tanto difícil ler ai), mas desta colecção como um todo não gostei tanto quanto estava à espera. A seguir, quão mais aborrecido consigo tornar este post, decidi pegar em Devi, a Rebelde que comprei aleatoriamente numa banca de segunda-mão. É a história real de uma mulher indiana chamada Phoolan Devi e ao contrário do que o título possa indicar não é uma história divertida - é horrenda. Achei boa ideia intercalar esta leitura com outra.

Então fui e peguei noutro título, claro que o normal seria escolher algo que não envolvesse violência contra as mulheres mas já comecei The Mother of All Questions da Rebecca Solnit e estou demasiada entusiasmada para voltar atrás. Também estou entusiasmada para ler a seguir a estes, ou no meio destes, um livro que encontrei no mesmo estilo daqueles com pequenas biografias de personalidades femininas, mas focado apenas em artistas (pintoras\escultoras). E é isto, por agora.

Última leitura e falta de livros novos

A2.jpg

 

Estava com certa expectativa para este livro, pensei que o tivesse encontrado na lista dos 1001 livros para ler antes de morrer [na verdade o que está nessa lista é o outro título do autor], mas não tinha percebido que me estava a meter com um exemplo superlativo de modernismo na literatura contemporânea, uma das obras mais importantes da literatura mexicana e que influenciou escritores como García Márquez. Nada que detenha uma leitora empenhada e assim mais de uma semana depois, com paragens para apontamentos, cheguei ao fim. É mesmo um livro fantástico. Recomendo. E é favor não gozar com o meu telemóvel do tempo das trilobites, ainda serve bem para ler. Entretanto, consegui reduzir a minha lista da FL para doze livros. Parece razoável mas somando os preços e já com o desconto o valor ultrapassa os cem euros, a sério...Já não compro livros novos desde a última Feira, estou a ficar drenada (foi só há uns meses e tenho uns cinquenta por ler, mas isso são detalhes)

 

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e filmes podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados e fascistas não são bem-vindos. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Outubro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Sumo que já se bebeu

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

A Ler...

Algo especial a dizer?