Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Do que as pessoas perguntam...

Volta e meia sou abordada na rua por pessoas que querem saber como se vai para determinado sítio. O engraçado é que eu sou a pessoa mais desorientada que pode haver, ou seja, a probabilidade de me enganar e indicar á pessoa o caminho para Estocolmo em vez do caminho para as finanças é grande. Então quando me perguntam coisas á queima roupa e ficam paradas á espera de uma resposta pronta...Quando não me dão tempo de raciocinar simplesmente digo que não sei. Nas estações isto está-me sempre a acontecer, como se eu fosse uma espécie de painel de informações ambulante.

 

A maioria das pessoas não faz perguntas muito estranhas, mas ás vezes lá me deparo com alguma situação nonsense. Há algumas semanas atrás estava eu meio desesperada á procura do passe dentro da mala cheia de tralha, quando se aproxima uma mulher de uns trinta anos e me pergunta como é que se passa o bilhete nas portas. Assim do nada. "Tem de por o cartão no círculo", disse eu meio atordoada com a complexidade da questão. A mulher em tom de lamuria: "mas já fiz e não deu, sabe qual é o lado do cartão que tem que se passar?". Mais complicado que uma cirurgia, só voz digo...Uns dias depois encontrei na estação uma velhinha que andava ás voltas a resmungar sozinha. Eu solicita: "precisa de ajuda?". Resposta da velhinha: "preciso...Não sei sair daqui!".

 

 

Mas não...A velhinha não estava presa em nenhum jogo mortal, simplesmente achava que bastava passar o bilhete á ida. Lá lhe disse que tinha mesmo que passar o cartão novamente. Os velhotes conseguem ser surpreendentes, especialmente quando perguntam alguma coisa e depois não mais se calam. Mas enfim, muitos não terão ninguém para falar quando chegarem á casa...É preciso um bocadinho de paciência.

 

A mais recente que me aconteceu foi ontem. Chega-se ao pé de mim um senhor e pergunta se aquilo era a Amadora, ao que respondo que sim. "Mas eu não quero sair aqui...", respondeu ele e eu meio perplexa digo-lhe que tem de esperar mais três estações. É então que ele me diz: "é que sabe...Eu nunca andei de comboio". Já encontrei pessoas que não andavam de comboio á sessenta anos, trinta, vinte...Mas esta nunca tinha ouvido devo confessar. Tenho sempre de me lembrar que este é um país que não funciona todo á mesma velocidade, infelizmente...Depois há os mal-agradecidos, os que não acreditam no que digo e desatam a perguntar a toda a gente, os que estão na Damaia e dizem que querem ir para Olhão, sem esquecer os turistas que ás vezes se põem a fazer perguntas na sua própria língua como se eu soubesse indicar como se vai para Sintra em Holandês...Mas a maioria dos turistas até que são bastante autónomos. Há dias em que andar de transportes é um tédio...Mas há outros em que parece que caí na toca do coelho da Alice.

O mais irritante nas greves da CP

Não sei se acontece em todas as estações, mas naquela onde eu saio todos os dias quando há greve passa de cinco em cinco segundos uma gravação nos altifalantes que é a coisa mais estúpida e irritante que há. Já me tinha apercebido da sua existência, mas ontem estive tempos infinitos á espera de um comboio e ouvi esta maldita gravação umas 3479 vezes...Só me apetecia atirar uma pedra ao altifalante...A sério, não é suficientemente mau estar ali a secar á espera ainda gozam com a cara do pessoal? É qualquer coisa como isto: senhores passageiros informamos que por motivos de greve na (pausa de alguns segundos para criar suspense) CP, estão a ocorrer perturbações. Lamentamos a demora nas reposições e agradecemos a compreensão. Recordamos que a REFER é alheia a esta situação.

 

Ora, vejamos: "por motivos de greve..." a sério? Estive uma eternidade na estação de pé, visto que os bancos estavam todos ocupados, e nem me tinha apercebido que havia greve...Mas é sempre bom relembrar aqueles utentes mais distraídos que podem pensar que os comboios....Foram abduzidos por aliens! "Estão a ocorrer perturbações", bem eu não diria que passar um comboio de hora a hora seja perturbação, acho que é o caos! Sim, porque qualquer comboio que passe fica imediatamente cheio e o pessoal vai ali tipo sardinha em lata. Desconfio que os porcos vão melhor instalados para o matadouro.

 

"Demora na reposições"...Devo estar muito míope com certeza, mas não vi reposições nenhumas. A única coisa que vi foi uma plataforma cheia e umas linhas às moscas onde se podia bater uma sorna de tão poucas composições que ali passavam. "Recorda-mos que a REFER é alheia a esta situação". Olha que grande lata! culpa dos utentes é que não deve ser...Quando na Segunda leguei o televisor e vi que em certas estações tinham havido distúrbios pensei que as pessoas tivessem enlouquecido, afinal apenas deram vazão os sentimentos da maioria...eu própria dentro daquele comboio com a espinha toda a torta tive pensamentos perigosos. 

 

Não tenho nada contra greves que são um direito previsto na constituição, mas eu pago vinte e tal euros de passe todos os meses. Por mim podem fazer graves quando quiserem, desde que de cada vez que for recarregar o meu passe descontem os dias em que não pode usufruir do serviço. Isso é que era não? Este texto só não está cheio de impropérios, que era o que me apetecia, porque as minhas aulas não têm sistema de faltas e por isso ficar em casa ou vez por outra não faz grande diferença...Mas uma semana inteira esta luta, sem transportes alternativos? 

 

As coisas que eu vejo no comboio

 

Há cerca de 3 anos que ando regularmente de comboio. No inicio achava secante e só agredecia não ter de apanhar dois transportes ou mais. Mas depois foram acontecendo coisas bizarras: pedradas nas janelas, velhinhos bêbados, pessoas à luta...Sabe-se lá o que pode acontecer num dia que parece absolutamente normal. Isto das pessoas à batatada é verídico: na semana passada uma senhora ia sair com um carrinho de bebé do elevador da estação (que é apertadinho) e apareceu uma velhota que se queria enfiar no elevador à força. A outra disse-lhe para esperar e a velhota em resposta mando-a para aquela parte e entrou no elevador. Já lá dentro a mãe da criança deve-lhe ter ido qualquer coisa só sei que oiço a velha a chamar puta à outra em alto e bom som. Vai daí a gaja levanta a mão e dá um estalo na cara da velha. A seguir foi o caos: gente aglomerada à volta do elevador, um tipo a tentar puxar a outra para fora e a velha a gritar que a estavam a tentar matar...E eu tipo wtf?? Mas não se vêem só cenas tristes...Um dia às nove da manhã apanhei o comboio para o Rossio que claro ia cheio como aliás vai sempre sejam oito da manhã ou da noite e encostei-me à lateral para ser mais fácil sair (eu sou previdente...). Quando olho para frente e vejo um miúdo de uns nove anos sentado em cima da mochila a ler...O meu primeiro pensamento foi: um miúdo a ler!!! Segundo pensamento: e está a ler o Principezinho!! (era efectivamente um edição tipo grande do Principezinho). Terceiro pensamento: e está a ler concentrado num comboio cheio de gente! Foi bonito de se ver. Também já vi um senhora a jogar Game Boy...há anos que não via uma coisa dessas. As pessoas fazem um sem número de coisas num comboio para matar o tempo: lêem (livros em papel e digital), namoram (por vezes de forma bastante descarada); fazem sopa de letras, dormem, conversam ao telemóvel aos berros, fazem croché...jogar Game Boy nunca tinha visto...já não me sinto tão mal por livros em papel. Em termos de originalidade, a seguir a esta vem a rapariga com vinte e poucos anos que estava a bordar...a sério gente pensava que só as senhoras acima dos 50 bordavam. E em terceiro a gótica que estava a desenhar...Eu topo sempre que entra alguém diferente do comum. As pessoas tendem a parecer-se demasiado infelizmente...Pessoas: tornando o meu dia sempre um pouco mais bizarro.

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

A Ler...

Algo especial a dizer?