Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Pêlos e outros tabus

A sociedade, apesar de toda a modernidade, continua cheia de tabus. Creio que já falei a respeito disto aqui: a mentalidade não acompanha a evolução da tecnologia, é algo muito mais lento. Ora, não há melhor sítio para analisar tabus que o corpo feminino - São tantos que que nem sei por onde começar. Somos um autêntico tabu ambulante. Começar talvez pela cabeça? Uma mente desprovida de lógica, inconsistente, incapaz de decidir e cuja a existência de capacidade intelectual é tão rara como um macaco de duas cabeças - estou a citar um estudo de uma eminência científica do século XIX, não é invenção. Há pouco menos de sessenta anos ainda havia faculdades em países tidos como mais civilizados que proibiam as senhoras de leccionar matemática, pois considerava-se que a sua mente era demasiado infantil para entender semelhante matéria. Deste cantinho onde a gente vive é melhor nem falar...Hoje em dia a nossa psique parece estar mais para a física quântica de tão complexa. Vamos mudar de zona: em alguns sítios, e não é nas Arábias, vocês podem ser expulsas de um centro comercial se tirarem uma das mamas para alimentar o fosso rebento e alguém se sentir incomodado, digamos talvez aquele senhor que está á vossa frente a admirar a Rosie Huntington na página central do The Sun. Mostrar ou não mostrar? Puta ou recatada? Miss Madyson não vê que esta a distrair os seus colegas com essas curvas que devia ter vergonha de não tapar? Céus...Parece-me no entanto que o maior tabu está mesmo entre as nossas coxas.

 

Tudo o que envolva mexer, decidir ou mesmo falar sobre. Sempre fico sempre espantada com a quantidade de estudos que se fazem para saber o que eu enquanto fêmea quero - acho que alguns desses estudos são apenas uma tentativa de justificar a fraca prestação de alguns senhores (possivelmente dos próprios pesquisadores envolvidos) em determinados sítios. O pior deste tabu que envolve a intimidade feminina é quando por causa dele se nega o conhecimento - O que é que uma rapariga fica a pensar se vocês lhe dizem que não tem idade para saber determinados assuntos? Quando tiver vinte se calhar já é um bocado tarde. Ou se lhe dizem para não deixar a caixa de tampões á vista? A caixa...Ora, há uns tempos atrás vi na net uma coisa curiosa: uma moça publicou uma foto sua numa rede e houve alguém que disse que ela era feia. A questão é que o insulto foi dirigido a uma foto específica - uma em que ela tinha as pernas por depilar.

 

Isto levou-me a pensar: porque nos sentimos sempre tão enojados quando se fala do assunto? Não devia ser uma coisa natural? Afinal somos humanos. Ou seja, trata-se de uma construção social e nesse caso porque é mais aceitável num género do que noutro? Parece-me que é outra construção social: as mulheres não devem ter imperfeições. Coisas feias tipo pêlos, sinais ou cicatrizes. Isso atenta contra a essência feminina que se quer pura - O conceito de pureza é mais abrangente do que parece. Não afecta os cavalheiros porque eles dão o duro no mundo exterior tradicionalmente. Por isso é mais que justo que tenham uma mulherzinha perfeita á sua espera com um belo peru sobre a mesa. É aquela história: o mais valente ganha a princesa. Nada de palavrões também...Mas isso não devia ser uma falta de educação em qualquer pessoa? O tabu é tal que vocês não vêem mulheres com pêlos em série alguma (ou filme, novela...) nem mesmo nas apocalípticas, onde isso seria expectável e mesmo apesar dos personagens masculinos se irem degradando.

 

 

Toda a gente vê que as pernas da Rosita não podem estar assim naquele contexto. Atenção que não estou a dizer para vocês saírem peludas por aí fora, mas acho que se coloca a tónica no ponto errado - se calhar devíamos fazer as coisas a pensar em nós mesmos, tipo vou fazer isto porque gosto e não porque quero agradar ao tipo que está sentado á minha frente ou a outra pessoa qualquer. E se eu tiver coisas mais importantes para fazer do que estar uma hora com uma lâmina na mão? Perdemos demasiado tempo a dizer ás garotas que têm de agradar aos outros...E depois por consequência disso temos de perder tempo a tratar as depressões com que ficam quando não conseguem. Porque nunca estar á altura de nada é esgotante. Claro que a publicidade diz que vocês não podem viver sem se depilarem, mas o marketing até vos tentaria convencer a beber lixivia se fosse preciso. Acho que se uma rapariga tira uma foto das suas pernas por depilar é porque se sente bem consigo própria e isso devia ser elogiado. A televisão contribui, de facto, para este tabu bem como as revistas ditas para senhoras, muitas das quais são um lixo. A sério são mesmo. Depilar, não depilar, usar saltos, maquilhagem antes de sair - são escolhas. O resto devia ser secundário...Mas este mundo é demasiado difícil.

 

8 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?