Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Opiniões Impopulares

tumblr_mv3d7g5j9I1qkaoroo1_500.jpg

 

Últimas leituras. Ficou um pouco maior do que o costume mas também já não escrevia aqui há uma semana por isso aqui vai:

 

Livros que gostei menos do que esperava

Normal PeopleSally Rooney (Irlanda) - mesmo que nunca tivesse ouvido falar deste livro bastava olhar para a edição que tenho para ficar entusiasmada. Contado as citações elogiosas na contracapa, capa, interior da capa e três páginas extra são para aí umas trinta, fora os prémios. Infelizmente, vou ter de discordar desta gente toda - este livro é medíocre. Um rapaz, Connell, e uma rapariga, Marianne, conhecem-se no secundário e iniciam uma relação intermitente que é basicamente assim - encontram-se, fodem por um tempo, separam-se para foder outras pessoas, encontram-se de novo...É só isto, não há mais história. São capítulos e capítulos da mesma coisa...

Outras questões (saúde mental, questões de classe...) estão lá como mero ruído de fundo e nunca são exploradas. As personagens não são desenvolvidas. Connell é um idiota tremendo e Marianne é uma mistura trágica de Bella Cullen e Anastasia Grey (sim, também esta última. leram bem). Ela é abusada física e psicologicamente durante o livro inteiro, tem a auto-estima tão destruída que não é capaz de reagir e a autora nunca aprofunda o problema. Marianne diz que não se importa que o namorado lhe um dê um soco na cara porque se acha uma pessoa má e corrompida e por isso merece, então a cena termina e começa outra. Just like that.

E muitas outras coisas inquietantes como esta são ditas, en passant. Ela é agredida num capítulo e para o caso de não termos visualizado bem, no seguinte é agredida de novo. Sinto que a minha simpatia era suposto ter sido dirigida para a personagem masculina, pois é ela que se safa melhor e que tem as melhores perspectivas de futuro, enquanto Marianne não tem nenhumas a não ser continuar a ser uma menina obediente...Quase provoca dores físicas ler uma coisa destas por 266 páginas. E também é uma dor ver isto ser classificado como história de amor. Uma relação tóxica, como aliás o são quase todas as interacções neste livro. A escrita é inconsistente e a história salta por vezes dois dias outras vezes quatro meses, não percebi porquê. Enfim, não recomendo.

 

Behold The DreamersImbolo Mbue - romance de estreia desta autora nascida nos Camarões e a viver em Nova York, lançado em 2017 ganhou o prémio PEN/Faulkner e foi seleccionado para o clube de leitura da Oprah. É sobre um casal, Jende e Neni, que partem dos Camarões à procura de uma vida melhor nos Estados Unidos.

As coisas parecem seguir um bom caminho: Jende consegue um bom trabalho como motorista de um executivo do Lehman Brothers e Neni começa a estudar para se tornar farmacêutica e depois também é contratada para trabalhar para a mulher do executivo. Mas quando eles se veem metidos no meio dos problemas conjugais dos patrões e cada vez mais perdidos nos trâmites legais para obter documentos (o tal cartão verde), os seus sonhos ficam em risco. Não posso dizer que tenha gostado muito, a ideia é boa mas a execução deixa a desejar.

 

Livros que gostei

Quarto de Despejo, Carolina Maria de Jesus - Nascida em 1914, Carolina foi uma mulher negra que vivia numa favela chamada Canindé, em São Paulo. Quase sem instrução e sozinha com três filhos sobrevivia de catar papel das ruas, nas horas vagas ela escrevia um diário usando cadernos apanhados entre o material que recolhia e onde relatava o quotidiano da favela. São relatos simples mas pujantes de fome, desespero e miséria extrema. 

 

Livros que gostei mais do que esperava

The Artificial Silk Girl, irmgard keun - Na Berlim pré-segunda guerra, com as suas luzes ofuscantes e actividade frenética, uma jovem chamada Doris tenta o seu sonho de se tornar uma estrela. Publicado em 1932 tornou-se um best-seller, mas depois foi atirado à fogueira e esquecido até à década de 70 quando o movimento feminista o resgatou. Tem um tom de humor que o coloca na mesma linha de livros como O Diário de Bridget Jones, ao mesmo tempo é um registo histórico escrito com a precisão de um quadro expressionista e tem a universalidade própria de um clássico.

 

Redemption in Indigo, Karen Lord (Barbados) - Uma história charmosa que mistura magia (é parcialmente baseado num conto tradicional senegalês) e ficção científica, sobre uma mulher chamada Paama que recebe um presente muito especial: um objecto com o qual é possível controlar as forças do caos.

 

Fearless Fighter: The Life of Vera Chirwa - a autobiografia de Vera Chirwa, activista dos direitos humanos e a primeira mulher advogada no Malawi. Nascida debaixo do regime colonial, desde cedo tomou consciência do racismo e da descriminação instituída - duplamente por ser mulher e negra - e juntamente com o marido participou activamente na luta pela independência do Malawi (1964) e quando o poder foi tomado pela ditadura ela passou mais de uma década na prisão. A história é fácil de seguir, mesmo para quem não esteja familiarizado com a história do país, e apesar de tudo o que Vera sofreu não há aqui um traço de amargura. Uma mulher extraordinária.

 

7 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Junho 2020

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

A Ler...

Algo especial a dizer?