Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

O que se aprende nos livros...

...sobre o amor. A literatura está cheia de histórias destas - talvez saturada, visto que alguns autores acham que é uma maneira mais rápida e fácil de vender. Quais são as primeiras que vos ocorrem? Romeu e Julieta? Monte dos Vendavais? Talvez o Great Gatsby...Se estes títulos ainda se lêem hoje em dia. Sempre me pareceu estranho considerar o Monte dos Vendavais uma história de amor: o livro é excelente sem dúvida, mas aquele pessoal é doido. Quem quer uma relação assim? Não seria grave se as pessoas de repente não começassem a associar amor a violência doméstica e abuso sexual. É todo um género, conforme se pode ver aqui. Até para uma céptica como eu é triste de ver. Vai daí, decidi repescar uma lista que fiz nos primórdios desta casa e dar-lhe um ar mais composto - tive de pensar um pouco para me lembrar de relações\casais saudáveis, mas deu para um top ten. Vamos lá:

 

 

10.  Liesel e Rudy, The Book Thief

 

São crianças, eu sei, mas mostram o quão bonito pode ser esse sentimento que designamos por amizade...Mesmo quando por causa dela temos de chegar encharcados a casa. Também fala sobre o amor entre pais e filhos e pelos livros em tempos difíceis. A dona desta casa recomenda fortemente. 

 

9. Winston e Julia, 1984

 

Há pessoal que se tem em grande conta por espalhar maldade e que tem espasmos de prazer quando pessoas curtem as barbaridades que dizem. Isto acontece porque o ódio é quase imediato, espalha-se facilmente - É cobarde. Mas o amor exige coragem. Às vezes é a única coisa preciosa que resta. 

 

 

 (tirado daqui

 

8. Jane e Mr. Rochester, Jane Eyre

 

Este é um clássico que ensina muita coisa e mencionar tudo levaria um post inteiro. Alguns pontos interessantes: antes de querer gostar de alguém a pessoa deve gostar de si mesma. Não faz mal exigir que sejamos respeitados, pelo contrário - nunca devemos ter medo de tal. Ninguém é perfeito e às vezes os planos não saem como esperado, mas há que saber perdoar. 

 

 

 

7. Agnes e Mr. Weston, Agnes Grey

 

Publicado em 1847 por Anne, a mais nova das Bronte, é história de uma jovem honesta que se vê obrigada a servir como preceptora e que logo descobre as dificuldades dessa posição, sujeita a todo o tipo de abusos. A tendência social dos humanos pode levá-los a mudar ou anular aquilo que são para ficarem melhor vistos - mas Agnes mostra-nos como ser perseverantes ante pessoas que não nos aceitam. Com sorte, entre elas estará alguém capaz de ver a verdade. Não é certo, mas quem sabe. 

 

6. Julie e R, Warm Bodies

 

Às vezes encontramos as pessoas numa fase má, o passado está mal resolvido e elas nem sempre se conseguem expressar da melhor maneira sobre isso. Pode ser que nem todas as tentativas de nos agradar corram bem: como tentar eliminar cérebros humanos da dieta. É preciso paciência para fazer o coração dessas pessoas bater de novo! 

 

5. Emma e Mr. Knightley, Emma

 

E às vezes as pessoas têm hábitos irritantes - como gostar de arranjar casamentos sem que ninguém lhes tenha pedido - e não ouvem os nossos conselhos...Mas este delicioso romance da Austen mostra que é sempre melhor nos concentrarmos aquilo que há de bom no outro.

 

 

 

4. Tommy e Tupppence, livros da Agatha Christie

 

Menos conhecidos do que miss Marple ou do que Poirot, Thomas e Prudence Beresford são um casal de detectives que aparece em alguns livros e contos. Ele é mais terra a terra e ela é mais imaginativa e impulsiva - juntos formam uma dupla de sucesso. Provam que os policiais podem ser divertidos e românticos e que a união pode de facto fazer a força. 

 

3. Alex e Tatiana, The Bronze Horseman

 

Já mencionada aqui antes, é uma trilogia que começa em Junho de 1941 em Leninegrado. Tatiana sai de vestidinho vermelho de alças para comprar comida por causa da guerra e acaba por encontrar o amor na paragem do autocarro sob a forma de um bem parecido oficial do exército. Estes dois não são apenas a coisa mais fofa mas mostram como perseverar quer nos problemas grandes quer nos obstáculos do dia a dia, como às vezes temos de colocar as necessidades da outra pessoa em 1º lugar e como o amor pode estar nas coisas e nos gestos mais simples, até numa latinha de spam. 

 

2. Kitty e Levin, Anna Karenina

 

Embora a relação entre Anna e Vronsky seja normalmente o grande atractivo deste livro no plano secundário desenrolam-se as aventuras de Konstantin Levin e da princesa Ekaterina Shcherbatskaya e que são das coisas mais bela já escritas. Pessoas simples e honestas eles mostram que apesar da paixão ser algo muito bonito é o amor profundo que faz as pessoas ficarem juntas para vida. Também que viver com alguém é difícil e que é preciso paciência para resolver os mal-entendidos.

 

1. Baltasar e Blimunda, Memorial do Convento

 

Outro dos livros mais belos já escritos e uma das minhas histórias preferidas entre duas personagens. Eles não dão a mínima para as convenções - quando a um apetece, assim apetece ao outro -  nem para o que os outros pensam. Além disso, Blimunda tem o poder de ver os outros por dentro mas ela nunca faz isso com o Baltasar. Ela aceita-o simplesmente como ele é para o que der e vier, mesmo que o venha seja construção aeronáutica.

 

24 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?