Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Livros comprados e memórias...

DSC01189.JPG

 

Há uns tempos atrás escrevi um post sobre a minha preferência por livros usados. É basicamente por uma questão monetária - muitas pessoas viram-se obrigadas a desfazer-se dos seus livros ou simplesmente não querem guardar algo que já leram e não vão reler... São os efeitos da situação actual, não que antes não se vendessem todo o tipo de coisas em segunda mão, mas parece haver agora uma maior receptividade em relação a esta opção. Quer na internet quer em espaços físicos encontram-se livros a preços em conta e há uma grande variedade, não apenas clássicos mas também alguns recentes. O estado de conservação também varia: há os quase novos e aqueles mais mofados. Costumo encomendar pela net que é mais cómodo embora os atrasos me façam panicar. 

 

Até agora todos vieram como mais ou menos atraso e com mais ou menos amolgadelas...Tenho de colocar um aviso na minha caixa: "tem encomendas? Coloque-as com gentileza". Acho que sobretudo os senhores deviam aprender o valor da gentileza nos vários contextos da vida...Também há outro motivo para gostar de livros usados, mas é do foro romântico: adoro tudo o que os envolve para além da história em si. Ás vezes encontram-se cartas lá no meio, estão assinados (melhor ainda quando têm nome e data) ou trazem outros pormenores preciosos como o preço (dez escudos, oitenta escudos...) ou do género: se quiser receber o resto da colecção escreva para o seu livreiro. Já ninguém escreve cartas e livreiros também a onde é que já vão...Gosto de juntar estes pormenores e criar histórias paralelas: que tipo de pessoa leu aquele livro e onde, será que gostou? Ás vezes nota-se que eles não foram muito lidos quando as páginas ainda estão pegadas...Não sei porque é que é antigamente o miolo dos livros vinha todo pegado obrigando a andar ali á tesourada. Faz-me pensar o quanto estes pedaços de memória estão ameaçados...Substituídos pelo frio e pelo impessoal. São camadas que vão sendo acrescentadas. Uma pessoa deixa a sua marca e depois outra e outra...Uma assinatura rabiscada no canto, uma passagem sublinhada, ou o simples facto de ter sido lido, até chegar ás nossas mãos e nós próprios acrescentamos qualquer coisa.

 

Então o mês passado comprei estes livrinhos: estão velhos, cheiram um bocado a mofo...E são lindos! A Mãe é de cinquenta seis o que faz dele possivelmente a coisa mais idosa aqui em casa, O Édipo não sei mas está assinado e tem a data de sessenta e um, o Processo é de setenta e seis com direito a rubrica também. Claro que para algumas pessoas não são assim tão velhos, mas vejam bem: eu nasci noventa e um portanto tudo o que seja um pouco abaixo disso é ancião para mim. Nem sei como lhes tocar...Não quero que se estraguem. A minha mãe diz que assim que acabar de os ler devia deita-los para o lixo, mas é óbvio que não vou fazer isso. Tadinhos dos meus velhinhos...Falo muito neles, mas tenham paciência. Também eu estou a ficar velhinha, acho que aliás os homens tendem a sofrer do mesmo mal que os livros: condições adversas do meio, passagem do tempo, brutalidade injustificada, esquecimento...Já estou a acabar o Processo, que é excelente tal como já estava a contar, e em breve darei mais notícias sobre os restantes. Não foram as únicas comprinhas em virtude de uma vontade súbita de ter livros novos, mas agora vou portar-me bem.

20 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?