Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Eurovisão 2018 - apontamento breve

Eis a razão porque gosto da música da Netta: porque é uma combinação capaz de implodir a galáxia, canção infecciosa + feminismo + intérprete gorda confiante. Estas últimas estão bem posicionadas na lista de coisas que a sociedade odeia deveras, porque minam as suas bases. Como feminista estou consciente de que o mundo quer continuar a ver-nos como objectos e como mulher acima do peso em particular também estou consciente de que há muitas coisas que não é suposto fazer, como sentir-me uma criatura bonita e estar num palco mundial a fazer a minha cena. Tristemente muitos dos comentários que vi mostram isso mesmo. No fim da noite (ou no fim do dia, dependendo de onde estão) esta é a mensagem que podemos tirar do que vimos: não importa que vocês sejam mulheres, negros, gordos (ou que decidam colocar dois bailarinos masculinos a actuar na vossa música fofa, fazendo a vossa parte na implosão da galáxia. E de contractos), vocês são importantes e podem ter uma chance naquele palco (e noutros). "Não precisamos de nos encaixar nos padrões normais de como devemos ser, pensar, falar ou criar". E quando as pessoas enchem o coração de coisas ruins e aproveitam qualquer detalhe para agirem como bullies, elas só estão a perder - porque não vêem a beleza desta mensagem e a beleza das coisas diferentes. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Samantha Em Chamas 17.05.2018

    Sara, correcção:
    Por coisas positivas na parte da música da Netta se fosse cantada por outra mulher que não fosse gorda, não me referia à questão da objectividade que a outra mulher pudesse (iria) sofrer eventualmente porque isso nunca é bom, óbvio. Estava a querer dizer que o aspecto físico jamais seria mencionado de forma negativa, como o é com ela, nos comentários de "a música é que não presta" - sinto mesmo que a ofensa pessoal aqui é esta - ela como se apresenta - e as pessoas nem reflectem isso, é automático mesmo que não seja com intenção maliciosa. 
    E quando fiz o comentário do despacito e outros reggaetons, e fiquei a pensar nisto até agora, posso ter parecido eu prepotente mas não era essa a intenção. Não era invalidar essa situação culturalmente mas pegar nos comentários que muita gente faz ("epá, esta música outra vez" ou "isto não presta mas não me sai da cabeça" e derivados) e comparar com a qualidade, ou falta dela segundo as pessoas, da música da Netta: é que no caso dela, as pessoas estão indignadas. No outro ninguém se indigna mesmo que se farte porque há algo que lhes diz que aquilo é aceite mas ela a cantar isto da forma que canta e da forma que se apresenta não. Se é que faz sentido o que estou a dizer? 
    Fiquei a pensar nisto até agora, é que parecia que não estava a ter em conta nem a objectificação das mulheres que se apresentam de uma forma socialmente mais aceitável, nem a cultura musical latina. Mas não era mesmo essa a intenção. :) Um abraço. 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Quem Escreve Aqui

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Avisos

    As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

    Calendário

    Maio 2018

    D S T Q Q S S
    12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031

    Sumo que já se bebeu

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D

    A Ler...

    Algo especial a dizer?

    subscrever feeds