Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Escrita e Mentalidade

Não consigo deixar de ficar espantada quando leio um livro de um autor de uma época longínqua tipo século XVIII ou XIX e constato que aquelas personagens femininas têm mais carácter que muitas que se vêem hoje. Nem sempre são badass no sentido do termo: podem ser tolinhas, doces, más (ou tudo isto ao mesmo tempo) mas não se esquecem logo assim que se vira a página. Acho que já falei disto aqui, mas a verdade é que ainda não encontrei explicação para este fenómeno de apagamento das personagens femininas ou da sua transformação em apêndices sem interesse numa altura em que se pode escrever sobre tudo - não é como se fossemos levados a tribunal por escrever um livro com cenas de adultério. E depois há aquela: sim elas são fracas, mas é um romance de época...É compreensível. Pode ser, mas depois de ver este argumento tantas vezes repetido pergunto-me se o problema é a época ou é a mentalidade do autor. Quem vir pode pensar que só muito recentemente as mulheres aprenderem a somar dois mais dois. Não é como se, por exemplo, o primeiro romance da História não tivesse escrito por uma mulher (Murasaki Shikibu, 1008) ou a primeira obra de ficção cientifica (Mary Shelley, 1818) ou a tecnologia que deu origem ao wi-fi (Hedy Lamarr, anos 40) ou que o primeiro programador da História também não tenha sido uma senhora (Ada Lovelace, 1815-1852). É esse efeito propositado ou apenas um mau trabalho de construção das personagens? Pois é...Um assunto não existe só porque não encontramos muita informação sobre ele. É paradoxal que agora que se fala tanto em igualdade pareça existir em alguns aspectos um retrocesso...Não apenas quando o assunto é igualdade: pessoas que não vacinam os filhos? Não me espantaria sair agora à rua e encontrar cartazes a dizer que tomar a pílula faz de mim uma assassina. Uma vez encontrei esta ideia na zona de comentários de um jornal. 

11 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?