Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Ainda sobre leituras digitais

Tenho lido bastantes livros em formato não físico nestes últimos tempos - desde que me disseram que podia instalar uma app no telemóvel...Bastante prático, dá para ler com a luz apagada e a variedade de livros é grande. Não consigo ultrapassar a falta de contacto físico no entanto - já falei disto aqui antes: sou adepta do contacto físico em algumas situações incluindo durante a leitura, especialmente se o livro for bom. Com livros "meh" não faz grande diferença, mas por exemplo ando a ler agora um da qual estou a gostar particularmente e fico com pena que não estejamos no mesmo plano...Há uma barreira que me impede de o tornar meu. Agora descobri que também não gosto de sublinhar em livros digitais - claro que é possível, aquilo dá para fazer uma data de coisas: mudar a iluminação, escrever notas, mudar o tamanho da letra, pesquisar...Até tem uma zona de estatísticas. Mas usar a ferramenta de sublinhar parece-me sempre não ter muito sentido - quando apagar o ficheiro, tenho de fazer porque o meu cartão de memória é um T1, lá se vai tudo. Mesmo que tenha o livro em pdf quando o pc for para o céu dos pcs lá se vai tudo à mesma.

 

2.jpg

(uma boa snifadela...)

 

Também pode acontecer haver um incêndio ou assim, mas acho que a probabilidade é menor. Não há nada melhor do que tirar um livro aleatoriamente da estante e ler as passagens marcadas - algumas que o eu do presente já não sabe porque foram marcadas pelo eu do passado. Não tenho paciência para fazer isso num pdf...Gosto da sensação de guardar. Não devo ser a única pois quando ando pelos blogs por vezes vejo jovens a mostrar orgulhosamente as suas estantes e pilhas de livros...Muita gente ainda não vê os livros digitais como reais - há uns tempos saiu um artigo no Público sobre isso e houve indignação, mas parece-me normal. A palavra  Impressa ainda tem poder...Não sei se vocês têm esse hábito, mas quando gosto daquilo que estou a ler a minha tendência é rabiscar furiosamente - até os sublinhados estão a ficar uniformizados: adeus ondinhas e linhas tortas que passam por cima das palavras. Se calhar vou passar tudo para um caderninho...

47 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?