Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

A culpa é de Marte...Ou não

No fim de semana passado li um pequeno livro juvenil. Tinha coisas que me aqueceram o coração: mulheres com poderes mágicos, relações femininas fortes, um tema social importante, a diferença entre um homem a sério e aquele que não é - desconfio que nem colocada da maneira mais simples algumas pessoas perceberiam a diferença. E o que um homem a sério pode fazer para nos ajudar, especialmente quando certas situações acontecem. Gostava que a história fosse mais desenvolvida, mas fiquei contente ao imaginar adolescentes a lê-la...

 

Nunca cessa de me espantar a dificuldade que é encontrar um personagem masculino decente em livros juvenis. Sim, os YA são o exemplo sempre à mão - porque se lê lá cada coisa que não se acredita e porque são lidos por muitas jovens. Imaginem-nas a ler um livro em que o protagonista (não um tipo secundário qualquer, mas o que namora com a moça da história) fala sem parar três páginas seguidas ou está sempre a interrompe-la, é metido a besta, diz que precisa de fazer sexo naquele momento se não morre..A lista podia continuar. Juntem protagonistas apagadas que vivem numa espécie de bolha sem relações significativas com mães, irmãs ou até amigas. Que cocktail explosivo.

 

Gostaria de me lembrar de mais do que dois ou três exemplos de jovens protagonistas que namoram com tipos decentes. Um tipo marca pontos no meu coração quando diz que a rapariga fica bem de martelo ao ombro ou quando não se aproveita dela num momento frágil - é assim que um ser humano tem obrigação de se portar, sem ficar à espera de receber um prémio. Mas em face da realidade fica difícil elevar os padrões.

 

tumblr_nr4nfsmOQv1shiv3ro1_500.png

 

 

A situação no cinema não é melhor. A menos que vocês se sentem para ver a Wonder Woman. Não tenho culpa que isto encaixe outra vez no tema. Porque o Steve é um tipo decente: não diz cretinices, não usa como desculpa o facto da Diana não saber como funcionam algumas coisas neste mundo para ser condescendente nem faz birra por ser ela a liderar um combate - não seria a atitude mais sensata quando a vossa parceira tem super poderes. Mas não é o que estamos habituadas a ver...

 

 

Encontram-se mais exemplos negativos porque o patriarcado influencia tudo e arruína tudo. E não pensem que escapam só porque vêem filmes ou lêem livros mais cultos. Só recentemente me apercebi de quantos autores constroem carreiras à volta do seu próprio pénis. Quando paramos para analisar o modo como descrevem as coisas ou as escolhas que fazem essa verdade torna-se evidente. O resultado de uma sociedade masculina tóxica que odeia as mulheres, e que priva os homens de um bom desenvolvimento emocional e empático.

 

A masculinidade tóxica atinge o pináculo no conceito do macho alfa. É triste que tantos autores e autoras façam da sua missão de vida encher os escaparates com livros protagonizados por esse tipo de espécimes. Como se fosse algo sexy. E é triste que tantas mulheres consumam este tipo de conteúdos, esperando encontrar relações assim na vida real...Com as previsíveis consequências. Quanto mais um tipo se tenta encaixar neste estereótipo menos humano se torna. E menos homem. É irónico...

 

tumblr_pbj0hnVo1b1tbsutro1_1280.jpg

 

 

Não estou a dizer que se devem criar personagens perfeitas. Se pegarmos em alguns clássicos: certo, o caríssimo senhor Rochester tem muito que expiar e aprender e o senhor John Thornton [Norte e Sul] embora tenha menos para expiar porque é bem comportado, parece um bulldog teimoso. Mas se pensarmos nas reviravoltas que acontecem na trama e naquilo que vão provocar no fim, não podemos dizer que estes dois ficam na mesma tal como no primeiro capítulo. E nem jane nem Margaret servem para vaso decorativo. Aprender e mudar é humano. É diferente de achar que ser cretino deve ser a base formadora da personagem e que não deve mudar. Afinal é o que elas gostam. Elas, que não têm a hipótese de se tornarem mais interessantes que um vaso...E muitas vezes a cretinice vem disfarçada. Ele não é mau tipo, só é um rebelde, incompreendido...

 

Parem de arranjar desculpas esfarrapadas para comportamentos de merda. E que condenamos logo quando se trata de uma ela. Gosto de inventar personagens: é bom para adormecer, para fingir que estou interessada em conversas e agora percebo que é um bom exercício para ver que ideias sexistas estão cá dentro...De modos que decidi começar a eliminar traços de masculinidade tóxica dos meus homens: torná-los mais suaves, com mais emoções e interesses mais variados. Não quero saber se neste país se venera quem tem músculos, gajas e carros, agressividade e ego exacerbado - uma pausa para eu conter as náuseas. A sociedade patriarcal é que restringe a liberdade e a expressão individual não o feminismo, não a igualdade. O primeiro diz que uns vêm de Marte e outros de Vénus. O segundo diz que vocês podem vir do planeta que quiserem. Não é uma perspectiva muito melhor?

3 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Março 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Sumo que já se bebeu

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Algo especial a dizer?