Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Inspira-me: melhor leitura de Verão

Não costumo fazer diferença entre leituras de Inverno e de Verão, isto é, a minha escolha de leituras não é influenciada pela temperatura. Leio o que tiver disponível, conforme me apetece...As únicas excepções são quando, por exemplo, alguém me arrasta até á praia e preciso de um livro pequeno que caiba no saco ou quando tenho calhamaços em lista de espera que exigem uma maior disponibilidade...Mas curiosamente tenho constatado que no Verão até nem leio assim muito, ao contrário da maioria das pessoas. O calor deixa-me molenga e tira-me até a vontade de pegar num livro...Mesmo assim analisando as leituras desde que começou o período de Verão, posso dizer que até agora a melhor foi esta: 

 

Inspira-me: dueto musical

Pergunta o Inspira-me qual o nosso dueto musical preferido...Este foi o primeiro que me lembrei e em boa hora porque há imenso tempo que não ouvia. Portanto aqui ficam Sharon den Adel e Anneke van Giersbergen 

 

 
 
Lost in the darkness
Hoping for a sign
Instead there is only silence
Can't you hear my screams?
Never stop hoping
Need to know where you are
But one thing is for sure
You're always in my heart

 

I'll find you somewhere
I'll keep on trying
Until my dying day
I just need to know
Whatever has happened
The truth will free my soul

 

Lost in the darkness
Try to find your way home
I want to embrace you
And never let you go
Almost hope you're in heaven
So no one can hurt your soul
Living in agony
'Cause I just do not know
Where you are

 

I'll find you somewhere
I'll keep on trying
Until my dying day
I just need to know
Whatever has happened
The truth will free my soul

 

Wherever you are, I won't stop searching
Whatever it takes, I need to know

 

I'll find you somewhere
I'll keep on trying
Until my dying day
I just need to know
Whatever has happened
The truth will free my soul

Inspira-me: guilty pleasures

 

Já há algum tempo que andava para escrever um post sobre o assunto, de modo que esta sugestão do inspira-me veio mesmo a calhar. Também acho que toda a gente tem algum tipo de prazer culposo, mesmo aquelas pessoas muito cinzentas e sérias na aparência (já se sabe, quem vê caras...). Afinal temos de encontrar escape em alguma coisa seja em comida ou de qualquer outra maneira mais tortuosa que a nossa mente cogitar. Compreendo que seja algo difícil admitir com medo da pressão e do julgamentos dos outros, mas não vai acabar o mundo por vermos o BB ou por termos feito o download da música pancadinhas de amor da Liliane Marise. Acho que o pessoal devia ter direito a divertir-se sem medo da opinião dos seus pares. A menos que vocês retirem prazer de cortar gente aos pedaços como o Dexter. Não exageramos...Ora eu tenho vários prazeres que podem ser considerados guilty: chocolate com avelãs; séries de terror; novelas da hora de almoço; Kesha; romances eróticos tipo Emma Wildes com lordes e duques (que ninguém me oferece, o pessoal pensa que só leio Proust); lojas de brinquedos tipo o Imaginarium, não interessa que eu já tenha passado dos vinte; farturas...Enfim, o que importa é sermos felizes não é?

Inspira-me: planos para o Verão

  (Foto de Brittney Panda. Tirada daqui)

 

Definhar. Quando vi esta sugestão do inspira-me foi a primeira palavra que me ocorreu. Mais correctamente tentar não definhar. Para isso estou a pensar iniciar uma dieta, o que é um bocado estúpido porque enfim já estamos no Verão (ou supostamente devíamos estar...), procurar um trabalho ou qualquer outra coisa para fazer. Não sei bem o que pois tudo o que me vem á mente exige dinheiro e não tenho nem para mandar cantar o ceguinho, de onde será que vem esta expressão...Só de pensar nisto ficou com vontade de definhar. Tenciono ler, escrever, passear, se bem que esta última é difícil sem dinheiro nem carro, mas talvez vá ao parque ler tendo o cuidado de evitar os velhotes atrevidos e os casalinhos. Mal por mal prefiro aturar os velhos...É, este verão não será memorável. Houve alguns que foram: um que passei a ler livros de Agatha Christie emprestados. Tinha 17 anos nessa altura e não sabia nada, embora achasse que sabia tudo...Aquele em que nasceu a minha sobrinha e li a Servidão Humana. Num Julho de há quase três anos abri este blog. Mas eu sou uma criatura solitária, por isso os meus Verãos não costumam ser memoráveis...Mas estou a contar que este seja melhor do que aquele em que me entreti a espetar alfinetes nas pontas dos dedos. Talvez esteja a ser demasiado optimista. 

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e filmes podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados e fascistas não são bem-vindos. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Abril 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

A Ler...

Algo especial a dizer?