Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Flores na Tempestade

 

 Flores na Tempestade de Laura Kinsale

Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 560
Editor:O Arco de Diana
Preço: 5 €
 

Christian é um duque inglês genial para a matemática, mas que leva uma vida devassa. Maddy é uma mulher de 30 anos que vive modestamente com o seu pai cego. A vida destas duas personagens tão diferentes cruza-se devido a um trágico acidente: durante um duelo o duque é gravemente ferido e entra em coma. Quando acorda é incapaz de falar e a família considerando que perdeu a razão interna-o num hospício. Pouco depois Maddy vai a esse hospício procurar emprego e fica chocada por encontrar lá o duque. Decide então ajuda-lo, qual missão. O que ela não sabia é que essa missão se tornaria superior às suas forças...Trata-se assim de um romance histórico com elevadas doses de romantismo. Digamos que é uma espécie de chick lit, mas passado no século XIX. Há alguns pontos positivos a destacar. O primeiro é que a autora conseguiu evitar o cliché "personagem masculino salva personagem feminina frágil e indefesa", aliás Christian é bastante dependente de Maddy embora também a manipule.

 

A parte do hospício é  interessante pela forma como a autora trata o sofrimento do duque, acorrentado como um animal. Este foque na revolta interior de Christian e nas dúvidas existências de Maddy contribui para uma maior profundidade quer da história quer das personagens. Certos pormenores históricos são também interessantes, por exemplo, o facto de de Maddy pertencer à sociedade dos Amigos que ainda existe hoje em dia. Esta sociedade é uma divisão da igreja protestante fundada no século XVIII em Inglaterra. Os seus membros regem-se pela simplicidade em todos os momentos da vida. Maddy vive em permanente indecisão entre seguir o duque cuja excentricidade e extravagância a chocam ou seguir os ensinamentos da Sociedade. A história acaba por se arrastar demasiado com situações desnecessárias.

 

O comportamento casmurro das personagens torna-se irritante, especialmente porque a dada altura se percebe logo como vai acabar. Em alguns momentos Maddy faz lembrar Jane Eyre pela forma como defende as suas convicções. É uma mulher pobre e pouco bonita, mas com um espírito lutador. No entanto as suas indecisões não são justificáveis já quase no final do livro...e sempre se poupava papel. Em termos de escrita é um livro banal, mas para ler debaixo da manta com uma chávena de chocolate quente serve perfeitamente!

 

1 comentário

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?