Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Como a leitora se tentou animar

Vocês podem pensar que se não ando a ler nada então também não ando a comprar mais livros e que se tenho a estante ainda cheia de autoras, então também não ando a comprar mais livros escritos por elas. Seria a coisa mais lógica, mas claro que não. Em minha defesa tenho de dizer que não fui à Feira do Livro deste ano, não tive energia, e que pensei que comprar novos títulos me iria animar. O último livro que li foi Dora Bruder de Patrick Modiano.

A narrativa tem como ponto de partida um anúncio de procura-se publicado num jornal datado de 31 de Dezembro de 1941, referente a uma rapariga judia de quinze anos chamada Dora Bruder que nesse tristíssimo Inverno tinha fugido do colégio onde estava internada - é uma investigação em que o autor recolhe informação sobre Dora e a sua família e tenta reconstruir os seus passos pelas ruas e lugares de Paris, ao mesmo tempo tem uma componente auto-biográfica e reflexiva. Talvez esta leitura tenha contribuído para o marasmo que se seguiu, mas não foi por causa da qualidade da obra que aproveito para recomendar.

Com isto já li até agora 21 Prémios Nobel. Mais do que o número de mulheres premiadas...Não é uma lista que tenha qualquer interesse em completar, é apenas um pedaço de informação inútil que estou a servir. Fui a um dos meus sítios de eleição que tem títulos novos mas também uma selecção de usados, qualquer sítio que tenha livros a bom preço é o meu preferido, já se sabe. Resisti a comprar um sobre unicórnios. Quem não desejaria comprar um livro sobre unicórnios?

Estou sempre a lembrar-me de coisas que li da maneira mais aleatória. Podia estar bem a dormir, mas fico acordada a pensar em que livro do Murakami há uma cena que envolve gatos decapitados. E se a cena do Norte e Sul em que a Margaret se mete entre o nosso protagonista masculino, cujo nome não me ocorre, e os trabalhadores irritados e leva com uma pedra acontece mesmo ou se é uma memória adulterada minha. Na secção de livros de guerra vi algo curioso: alguns tinham o símbolo masculino na capa, eram edições antigas e suponho que fosse para deter a aproximação de mãos femininas?

 

A18.jpg

 

Temporada de Furacões foi o único livro novo que trouxe. O ano passado li Our Dead World da boliviana Liliana Colanzi e Rinha de Galos da equatoriana María Fernanda Ampuero - tenho a impressão que já falei deles aqui antes, são ambos excelentes livros de contos. Tenho o meu registo de leituras tão atrasado que só de pensar nisso sinto um certo desespero...Também li Raparigas Mortas de Selva Almada, mencionado no último post antes do abandono este blog durante meses. É um livro forte que recomendo. Devo ter mais umas cinco ou seis autoras latinas na lista para ler. 

A Caminho do Congresso dos Sonhos é o Fear of Flying de Erica Jong. Não sei para quê tal discrepância no título....É um romance publicado em 1973 e que causou grande controvérsia pelo seu retrato da sexualidade feminina em termos crus. Fiquei contente de encontrar algo de Rachel de Queiroz, coisa que nunca aconteceu desde que li O Quinze, há uns seis ou sete anos.

Também fiquei contente de encontrar outro livro da Katherine Anne Porter depois de ter lido um de contos recentemente, embora este pareça um tanto intimidante - a primeira e única incursão da autora no romance, inspirado numa viagem que ela fez do México para a Europa em 1931 e que levou vinte anos a escrever. Tem mais de quinhentas páginas e dezenas de personagens. 

 

A12.jpg

 

Tentação da Serpente penso que sejam episódios bíblicos mas contados do ponto vista feminino, diz a autora - " (...) pretendi fazer, partindo dos estereótipos do Antigo Testamento, uma saga histórica, mas também poética, sensual, irónica e dramática das mulheres da Antiguidade". Interessante. Alguns contos góticos e duas escritoras que são para mim uma novidade. 

Fui também à Fnac, normalmente evito porque para lá chegar tenho que entrar no centro comercial e passar por muita gente, eww. Ironicamente as duas primeiras coisas que me chamaram a atenção não foram livros - o meu foco é tão direccionado para uma coisa específica que a menos que me arrastem para lá nunca vejo as outras secções, mas na zona das figuras, no meio daqueles funkos horrorosos, tinham figuras da Sailor Moon em exposição. Não tinham a Rei que sempre foi a minha preferida, mas senti-me tentada. Sabiam que já existiram preservativos da Sailor Moon? Descobri uma noite destas. Eu devia mesmo tentar dormir.

Já na parte dos livros vi umas caixas que pareciam apelativas, eram miniaturas para a pessoa montar tipo uma mini cozinha, uma mini biblioteca...Outros eram book nooks que podiam ser colocados entre os livros da estante. Que coisinhas amorosas que se encontram hoje em dia. Mas sinais dos tempos aguardavam nos escaparates quando encontrei um livro que dizia na capa - "a estreia literária mais celebrada no TikTok". Se isto não é uma garantia de qualidade não sei o que será, chega para lá New York Times...Digo eu com sarcasmo enquanto me escorre uma lágrima. Mais sobre isto em breve.

Filmes: Unholy Women

(Os dois primeiros vi algures o ano passado, mas seria injusto não serem mencionados aqui. Também é injusto que sejam títulos obscuros. O terceiro vi recentemente - há meses que não via nada, apesar de ter uma lista de coisas para ver do comprimento de uma baleia azul. Entretanto comecei também a ler de novo. Estava a ficar embrutecida...)

 

vlcsnap-2010-11-02-19h33m42s371.png

messiah-of-evil-supermarche.jpg

 

Messiah of Evil

Gloria Katz e Willard Huyck

1974

"With influences taken from Night of the Living Dead and the works of H.P Lovecraft, the story revolves around a young woman searching for her missing artist father who had been sending her increasingly cryptic letters about esoteric oceanic rituals. She travels to Point Dune, a small town located on the West coast, and comes across a plethora of strange characters and a mysterious cult"

(Tirado daqui e daqui)

 

The-Mafu-Cage-1.jpg

w1500_3253550.jpg

 

The Mafu Cage

Karen Arthur

1978

"This dark film explores the bizarre relationship between two adult sisters, both the daughters of a late anthropologist, residing in a dilapidated Los Angeles mansion -  Ellen is a successful astronomer saddled with caring for mentally disturbed Cissy, who lives in the shadow of their father work in Africa and who likes to keep apes as pets"

(Tirado daqui e daqui)

 

coverlg.jpg

1352235_censor_474976.jpg

 

Censor

Prano Bailey-Bond

2021

"Film censor Enid takes pride in her meticulous work, guarding unsuspecting audiences from the deleterious effects of watching gore-filled decapitations and eye-gougings (...) Her sense of duty to protect is amplified by guilt over her inability to recall details of the long-ago disappearance of her sister (...) When Enid is assigned to review a disturbing film from the archive that echoes her hazy childhood memories, she begins to unravel how this eerie work might be tied to her past"

(Tirado daqui)

 

Quem Escreve Aqui

Feminista * plus size * comenta uma variedade de assuntos e acha que tem gracinha * interesse particular em livros, História, doces e recentemente em filmes * talento: saber muitas músicas da Taylor Swift de cor * alergia ao pó e a fascistas * Blogger há mais de uma década * às vezes usa vernáculo * toda a gente é bem-vinda, menos se vierem aqui promover ódio e insultar, esses comentários serão eliminados * obrigada pela visita!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Agosto 2023

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
*

A Ler...

*
*

Algo especial a dizer?

*