Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

A arte da opinião impopular

Isso de termos dado novos mundos ao mundo é muito giro, em canções festivas e exposições então, só que é uma manipulação feita para esconder a verdade: que esta "glória" assenta em escravatura e abuso, motivada não por razões transcendentais, mas por pura ganância. Uma manipulação que nos faz viver numa bolha em que acreditamos que éramos muito humanos e civilizadores, enquanto praticávamos genocídios em massa. Tendo que escolher prefiro o Dom Quixote aos Lusíadas. Embora já não dê a mínima para nenhum dos dois. Estou a ficar sem ideias para celebrar o dez de Junho. Talvez tenha que ficar pelo almoço de cozido. Acho que as mulheres são mais que capachos de entrada e que o casamento sempre foi e é uma prisão para nós. Só li um livro do JRS e não gostei. A praia é melhor no Inverno e os rissóis comidos no dia seguinte e não acabados de fritar. Toda a gente se queixa de como o currículo de português não cativa os alunos porque os livros são difíceis yada yada, mas ninguém diz que ele devia ser reformulado pela sua falta de diversidade. Não gosto nem de feijoada nem de cozido. 

O que falta nas prateleiras das livrarias?

- Porque será que há gente, em locais públicos, que insiste em iniciar conversações mesmo vendo que a outra pessoa está sossegada com um livro? E depois parece mal ignorar a pessoa, especialmente se for velhinha...

 

- Outro grande mistério é este: porque será que algumas autoras que encontro têm na informação biográfica "autora feminista" e outras "autora feminista radical"? Sempre que vejo isso lembro-me deste comentário, a um dos livros que li recentemente:

 

 

a1.png

 

 

A verdade é que para irritar o patriarcado é preciso bem pouco...Repita esta frase comigo leitora: sou um ser humano, não um capacho de entrada. Pronto, agora pode considerar-se radical. 

 

- Uma coisa que aprendi no Goodreads é que em algumas escolas neste mundo existem disciplinas de estudos sociais e de género e até cursos disso. Será que existe alguma coisa parecida aqui?

 

- É uma tristeza que os livros de teoria feminista sejam sempre excluídos da listas de títulos de filosofia e política "obrigatórios". Com sorte parecem lá um ou dois...

 

E esses serão os únicos que vão encontram disponíveis nas livrarias. Portugueses então, béu béu. Não era amoroso as livrarias terem uma secção de feminismo? 

 

- Um dos problemas desta constante exclusão, e que é transversal à produção literária e artística das mulheres, é que impede a ideia de continuidade (tão cara aos homens). Ok, aqui está esta obra de 1949  e depois? É possível que nada de teoria feminista tenha sido escrito nas décadas seguintes?

 

- E depois claro: fica a parecer uma coisa estática que caiu agora do céu. E que não produz resultados práticos, um falhanço. Há sempre alguém a dizer isto do activismo...Não vejo nada a mudar, para que é que me vou esforçar? Que pensamento tóxico...

Actividades Nocturnas

3b (1).JPG

 

1. Acompanhando as notícias 

 

[A noite revelou-se a melhor altura pois deu para lacrimejar à vontade. Entretanto, perguntei ao meu coração de History lover se devíamos devotar ao desprezo quem fala em meros amontoados de pedra e ele disse que sim. Percebe-se que o sistema de educação falha quando pessoas parecem não compreender a importância - a todos os níveis incluindo psicológico - do património histórico e o que se perde quando esse património é deixado ao abandonado, destruído ou arde...]

 

2.Tirando notas de um livro lido no caderninho

 

3.Tirando notas de outro livro lido em folhas

 

4.Ouvindo músicas do novo álbum da Marina -  Love + Fear

 

[Se dissesse que também tenho andado a ouvir outras coisas estaria a mentir...Não enquanto não as souber de cor. Human é a música que o mundo precisa neste momento]

Autoras ainda por descobrir

Passei para um ficheiro os livros de autoras que tenho por ler. Decidi fazer isso porque queria começar a ler um novo livro e não conseguia decidir qual. No final fiquei contente de ver como o cenário se alterou desde há quase três anos para cá - tantas autoras que de outro modo teria levado sei lá mais quanto tempo a conhecer e tantas novas ainda por ler. Foi passar de: como assim um ano de escritoras? Para: como assim ler isto tudo num ano? Também mostra que realmente não tenho auto-controlo nenhum. Leio (quase) de tudo, mas claro que há coisas que me interessam mais: feminismo [por exemplo, tenho aqui um livro sobre feminismo e vegetarianismo - e parece muito interessante]; livros com personagens femininas, experiências do nosso ponto de vista e amizades no feminino. Percebe-se porque deixei de ligar às listas de livros para ler antes de morrer...Se eu fosse uma blogger como deve ser colocava os títulos em papéis dentro de um frasquinho, depois tirava uma foto...Mas isso dá muito trabalho. E falando em aumentar a TBR, parece que aquela tenda com livros que esteve perto de onde vivo o ano passado vai voltar em breve. Só ir dar uma vista de olhos não irá fazer mal...

Pág. 1/2

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Abril 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

A Ler...

Algo especial a dizer?

subscrever feeds