Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

TAG: Feira do Livro

Retalhos de uma vida dura

 

 

Então esta é a história: uma das mais importantes cadeias de cinema dos EUA (Alamo Drafthouse) decidiu que uma sessão do filme Wonder Woman (estreia aqui no dia 1 de Junho) seria aberta apenas as mulheres e a pessoas que se identificassem como mulheres. Não só: todo o staff seria também feminino. A sessão especial aconteceu no Texas na 4ª feira e foi um grande sucesso com todos os bilhetes vendidos, tanto que já foi agendada uma nova sessão. Apesar das reacções positivas, alguns senhores ficaram chateados  e foram para as redes dizer que estavam a ser descriminados e a ser tratados com misandria - para além de fazerem ameaças de boicote e violência, com alguns a dizer que vão entrar disfarçados de mulher [imagine-se terem de fazer isso para aceder à educação e terem uma carreira...]. Fui à procura de comentários - "I hear the tickets are being made from the tears of every bro who feels threatened by strong women". Alguém apontava que não ir a uma sessão de cinema era pouca coisa comparado a 144 anos de eleições exclusivamente masculinas. Mano, lembras-te quando tipo 99% das coisas eram sobre nós? Agora é só 98%, isto faz o meu ego doer! Eu podia escrever mais sobre isto mas encontrei dois textos que resumem bem o assunto:

 

"Since 1920, there have been about 130 superhero and comic book films with solo protagonists in the United States, both on the big and small screens. We’ve had trilogies for Blade, Captain America, Thor, and Iron Man, among countless others. The Hulk has had at least three different films so far, each with different actors, and Spider-Man is on his third franchise in a decade, with at least one sequel already guaranteed.

 

Do you know how many of those 130 films had female leads? Eight"

 

(A Women-Only Wonder Woman Screening Is Predictably Upsetting Dumb-Ass Sexists)

 

"So to all the men wailing about exclusion and segregation, perhaps they're simply experiencing what it's like to be a woman. This is what it's like when you want to be in the club, but you're not allowed. This is how it feels to be told you're simply not going to make the cut. This is what it's like when someone decides for you, and you don't get a say. For women, this is a chance to gaze up at the big screen and think, finally: That's me"

 

(Why There Should Be Women-Only 'Wonder Woman' Screenings Across The Country)

 

Book Lover Problems - XXX

Serei a única pessoa que só sabe o que vai comprar na Feira do Livro quando de facto estiver lá? Para comprar tenho de ver e mexer e tal...Para mim é um mistério como é que há pessoal que já tem listas feitas ainda aquilo nem abriu. A única coisa que vejo com antecedência é o tempo (por favor que não esteja muito calor), escolher um modelito confortável e pronto. Puxa, uma vez fui de sapatinhos e acabei com bolhas nos pés. Foi uma grande ida à FL. Sem ironia. Nem é preciso consultar muito o mapa, porque as bancas tendem a ocupar o mesmo espaço. Por mais que algumas coisas tenham mudado em relação ao certame (nem todas para melhor) há outras que são clássicos eternos: como os queixosos dos preços (ainda não perceberam que ir à FL comprar a última novidade é um barrete) ou os que passeiam os seus micro cães sem trela no meio da multidão.

A sua voz também é importante!

O mais incrível em toda esta história é as pessoas ficarem realmente surpreendidas por existir um grupo de partilha de conteúdos sexistas na net. Qual é a novidade? Devem existir centenas deles, alguns perfeitamente acessíveis e nada secretos. Com frequência esses "senhores" migram para outras redes onde assediam e ameaçam livremente. E há uns que conseguem sair da cave e passam a fazer isso no mundo real. Existem grupos de "direitos dos homens" que são extremamente agressivos e que já fizeram mulheres que defendiam publicamente a igualdade irem à polícia por ameaças sérias à sua integridade física e dos seus. Fazem manifestações (públicas) a defender o direito de violarem quem bem lhes apetecer. Estes movimentos pro-rape são apoiados por membros do actual partido que governa a maior democracia do mundo. Não há muito tempo atrás andaram a circular avisos para que as mulheres evitassem certos lugares em variadas cidades do mundo porque havia a hipótese de grupos estarem a planear ataques.

 

Pessoalmente não odeio ninguém, ao contrário do que já me disseram aqui, mas estas pessoas...Elas sim nos odeiam e querem que vivamos caladas e com medo. Não tenho nenhuma dúvida que há uma guerra contra as mulheres a decorrer neste momento. Até simples estátuas de meninas feitas para lembrar que a desigualdade  existe ou lembrar as atrocidades cometidas contra mulheres no passado querem fazer desaparecer...Vejo muitas pessoas que antes de escreverem textos sobre sexismo ou igualdade de direitos parece que têm a necessidade de fazer uma espécie de disclaimer - sim, vou falar sobre isto mas...Esqueçam isso: vocês não têm que se desculpar por coisa alguma. E se alguém não percebe porque o assunto é tão importante, isso não é problema vosso. Escrevam e partilhem, não importa a dimensão da vossa página ou blog. O que importa é não ficar em silêncio. 

Ainda a Eurovisão: reflexão breve

É um tema a que temos de voltar porque todos os outros são para lá de chatos e tenho de fazer render as minhas insónias. Fui à procura da letra da canção italiana: inesquecível performance em que um carismático senhor canta ao lado de outro vestido de macaco. Seríamos tentados a encaixá-la ao lado de outras performances medonhas com tipos a cantar em passadeiras ou aquela que tinha alguém com uma cabeça de cavalo em cima de um escadote - ainda bem que estávamos lá nós para salvar a coisa. No pun intended. Mas na verdade essa música, que acabou em sexto, é mais inteligente do que parece e tem toda uma ideia bem pensada por trás. Para os curiosos cá está um pedaço: "To be or to have to be Hamlet’s doubt, As current as the Neolithic man, Get comfy in your 2 x 3 cage, Intellectuals in cafés, Internet experts, Honorary members of the selfie-addicted anonymous, Cleverness is out of fashion, Easy answers, Pointless dilemmas (...) Drops of Chanel are pouring, On aseptic bodies, Save yourself from the smell of your own kind (...) The naked ape is dancing". Que é isto? Ácido servido numa garrafa com laçarotes? Não é má ideia. Este certame realmente precisa de músicas que digam qualquer coisa. Mas diminuam os efeitos de luz para bem das retinas de toda a gente.

Pág. 1/3

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?

subscrever feeds