Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Livros Preços Dor

 

Estava a fazer a ronda pelos blogs que sigo quando encontrei alguém que dizia que ninguém morre por não ler logo a última novidade literária, isto a propósito da lei do preço fixo. Na altura não escrevi sobre o assunto porque não me ocorreu nada de jeito e porque nem percebi ao certo o que se estava a passar, pois que o pessoal ficou assim a modos que histérico. A lei não caiu do céu aos pinotes, já existia...Se era cumprida ou não: já vi livros recentes com desconto bem superior ao permitido à vista de todos em escaparates. Excelente do meu ponto de vista de leitora, mas péssimo se eu fosse dona de uma pequena livraria. Ou seja o que aconteceu foi que o crivo desta lei ficou mais apertado? Os livros lançados agora têm pouco desconto passa os 18 meses e já podem ser inseridos nas campanhas promocionais como antes não? Não é como se o preço fosse disparar ou todos os livros deixassem de estar abrangidos por promoções. Houve um tempo em que eu queria tudo o que fosse novidade e até tinha uma listinha, mas depois deixei-me disso e sobrevivi. E a prova que sobrevivemos está bem apontada no texto que linkei: quantos livros compramos para logo a seguir ficarem a vegetar décadas na estante? Alguns talvez novidades que nos parecerem sumarentas na altura? 

 

Claro que os preços são absurdos. Acho que já contei que uma vez na secção de importados da Fnac havia as obras completas da Austen por 12 euros, enquanto nas bancas ao lado em português havia edições da Emma a 20. Mas arranja-se um jeito...Não acho que ninguém vá deixar de ler por causa disto. Também não acho que os preços tenham assim uma influência tamanha no acto de ler ou não ler. Têm na escolha de leitura, levo este e não aquele logo a experiência vai ser diferente, mas o pessoal que não costuma ler não vai a correr à Fnac só porque lá está a decorrer uma mega promoção. Não sou expert mas acho que quem não lê o faz mais porque não tem paciência, interesse, tempo...Quando acabar o livro do Jorge Amado que estou a ler agora (pimposamente usado para ilustrar este texto) não vou ter mais nenhum dele na estante e terei de ir garimpar algures. Preferia tê-los logo à mão, se bem que ir à procura também é giro...Anyway, na direcção em que seguimos já não é mau que ainda possamos ter em casa livros de qualquer espécie. E também nesse caso lá daríamos um jeito.

Sem Retorno...

Uma pessoa percebe que não há volta a dar quando recebe uma revista sobre História e a primeira coisa que nota é que não há mulheres na capa. Durante muito tempo não reparei minimamente nestes detalhes, aliás durante anos abri os manuais mal reparando na discrepância entre o número de personagens e de um e de outro género, além de outros aspectos questionáveis. Felizmente, quando fui  folhear a tal revista vi que havia artigos no interior...Uma pessoa também percebe que não tem retorno quando encontra um artigo - "coisas que os homens não gostam que você vista!" e o primeiro pensamento é: i don´t give a damn. Já não dava antes de qualquer modo...Mas escreve-se tanto sobre esta temática interessante. Às vezes são mais específicos: "Coisas que o seu namorado não vai gostar que você diga!" É muita pressão pegar num batom preto e pensar que aquilo vai desagradar a metade da população do mundo...Por falar nisso eu estava a ver as cenas aqui na homepage Sapo e vi que estava em destaque um post que dizia que os homens gostam de mulheres em forma...Ao lado estava o meu, aquele sobre os rótulos com a foto da Tess - a modelo plus size que usei como exemplo. Nem me ri...Consigo ser irritante até quando não tenho intenção. Também disso não há volta. 

Fui desafiada - parte 12

 

Fui desafiada pelo Informador a responder a mais umas perguntinhas sobre livros, mas nunca mais me lembrei até agora. Fica para quem quiser levar, embora me pareça que já toda a gente respondeu a este ou semelhantes. Aqui vai:

 

Estou a ler: Os Pastores da Noite, Jorge Amado

 

O meu livro favorito quando era pequena: Calvin e Hobbes. Na verdade ainda os amo e já não sou pequena, a não ser fisicamente - 1,50...A sério gente

 

Estou ansiosa por ler: A Leste do Paraíso, mas como além de alta sou muita esperta só comprei o primeiro volume

 

Um livro que mudou a minha vida: não sei...todos um pouco?

 

Livro favorito para dar como presente: qualquer um que eu depois possa pedir emprestado

 

O que está na minha mesa em espera: mesa de cabeceira? Mais 4 para além do inicialmente citado

 

Organizo a minha estante de acordo: com o acaso

 

A minha livraria preferida: porque perguntam sempre isto? Querem me apanhar a comprar leitura comprometedora?

 

Adoro ler porque: é suposto responder a esta sem fazer um testamento? Que maldade...A vida sem livros sinceramente não sei como é

 

Um livro do qual nunca me vou separar:  empresto todos a pessoas confiáveis, de resto talvez haja um dia em que nos tenhamos de separar...Quem sabe. Começar uma estante do zero de novo

 

Se pudesses entrar num livro, que livro escolherias? Serias a personagem principal? Cinderela - eu seria uma das irmãs e fugiria com o lobo enquanto ela arca com as responsabiliades de ser rainha

 

Ainda sobre rótulos...

 

Estive agora a ler um artigo aqui no nosso amigo Sapo Lifestyle sobre Melanie Gaydos, uma modelo que nasceu com um problema genético chamado displasia ectodérmica  - as displasias ectodérmicas são um grupo de cerca de 150 doenças genéticas que derivam do desenvolvimento anormal da camada mais externa do tecido do embrião - ocorrem em 1 em cada 1.000.000 nascimentos. A anomalia de Melanie afecta um gene específico (TP63) e nunca havia sido registada antes - afecta-lhe os dentes, as unhas, a pele e o cabelo que quase não cresce. Todos estes obstáculos não a fizeram desistir: já fez inúmeras sessões fotográficas como modelo e artista e este ano desfilou na semana da moda em Nova York. "Sinto-me bonita, sou assim e amo a minha vida" disse ela em entrevista recente à BBC. Infelizmente depois de ler o texto tive a ideia de ver os comentários:

 

 

 Ia deixar isto aqui para reflexão, mas entretanto encontrei a melhor resposta:

 

 

Agora sim é isto...Obrigado e bom dia.

Pessoas & Rótulos

Generalizações e estereótipos são coisas ruins é um facto, mas se há algo de que me apercebo muitas vezes é de que escrever é uma coisa e aplicar ao real é outra - o teu filho não gosta de futebol, que estranho!; a tua filha joga? Deve ser uma maria rapaz! são frases tipicas do dia-a-dia e racionalmente é fácil perceber que são estúpidas...Mas estão entranhadas no subconsciente. É difícil aceitar a diversidade nos outros, até em nós próprios, e fácil colocar o dedo em riste. Vamos lá ver então, será que somos só isto?

 

 

Uma cara? Mayam Bialik não é apenas a famosa Amy da série The Bing Bang Theory. É também doutorada em neurociência e especialista numa doença genética que afecta o desenvolvimento chamada síndrome de Prader-Willi   

 

 

Um número na balança? Tess Holliday foi a primeira modelo "plus-size" a aparecer na capa da revista People em Junho deste ano e também já fez trabalhos para a Vogue. Em 2013 lançou uma campanha pela mudança dos padrões de beleza no instagram onde tem 795 mil fãs

 

 

Um sistema de crenças? Ahmed Mohamed de 14 anos foi acusado de ter fabricado uma bomba e foi levado algemado da sua escola em Dallas. Na verdade era um relógio que ele tinha feito em casa e que tinha posto na mala para mostrar a uma professora. Entretanto Já foi convidado a ir à Casa Branca pelo próprio Presidente

 

 

Aprender e Sofrer

Há uns tempos encontrei um artigo que dizia que o ensino das artes devia ter maior importância nos primeiros anos de formação escolar. Achei muito interessante e ao ver esta imagem lembrei-me dele. Em vez de esmagar a criançada com verbos e aritmética se calhar podiam ajudá-las a desenvolver mais a criatividade (o pensar fora da caixa) e a imaginação bem como dar maior enfoque aos valores humanos. Obviamente que os tempos verbais são importantes, mas isso adianta pouco se não houver o resto...Estamos a criar seres humanos ou máquinas? O nível de desumanização deste tipo de sistema de ensino é muito grande, creio que já escrevi aqui sobre isso: atira-se a criança para o meio de outras trinta, para aprender da mesma maneira as mesmíssimas coisas e com avaliações padronizadas. Se ninguém diz à menina Carlota para olhar para o céu e dizer que coisas lhe lembram as nuvens enquanto tem seis anos, vão dizer quando? Claro que isto é uma mariquice, aliás como o próprio acto de pensar em si...E quem disse que o ensino pode ser divertido? Toma lá mais uma lista com o nome dos sólidos e agora decora! Se eu fosse o porquê ia queixar-me de ser tão poucas vezes perguntado. Qualquer médico ou mesmo pessoa comum dirá que o cérebro da menina Carlota não é igual ao do seu colega ao lado e que cada massa cinzenta tem potencialidades em áreas diferentes - logo porque insistir em que só existe um modo de aprender, com evidentes consequências negativas para os que não se encaixarem nesse método? Chamarem burras a crianças de cinco e seis anos é uma coisa que me arrepia. Porque raio não pegas na caneta como toda a gente?! Talvez, sei lá...Haja vários caminhos para a mesma coisa? Também acho que este método de reprovar alunos é ineficaz - esta é polémica eu sei - mas não vejo qual o benefício de manter um aluno a aprender o mesmo ad eternum...

Pág. 1/2

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

A Ler...

Algo especial a dizer?

subscrever feeds