Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Doenças Invisíveis

Há uns tempos atrás vi parte de uma reportagem no telejornal sobre esquizofrenia e fiquei a pensar: não ter um braço ou uma perna é algo que geralmente desperta sentimentos de empatia, solicitados ou não, nos outros. Consegue-se imaginar o que é ter de aprender a usar uma prótese e tudo isso. Acontece o mesmo com pessoas com cancro: ninguém fica indiferente aos tratamentos horríveis que podem não...Enfim. Mas isto não acontece quando falamos de doenças de mentais - elas não despertam sentimentos de empatia. Talvez porque não se vêem, e nós não só privilegiamos a visão acima do resto como ainda por cima não vemos lá muito bem, ou porque são uma coisa muito estranha ou simplesmente porque os outros não se conseguem colocar na posição de quem sofre. Acho que algumas pessoas ficam com medo - elas já viram episódios de séries criminais que chegue para saber que alguém que ouve vozes pode passar-se a qualquer momento e provocar um massacre. Pelo sim pelo não é melhor não estar por perto quando o vosso colega que sofre de depressão decidir atirar-se pela janela...Há quem ache que é frescura - se vocês não se conseguem levantar da cama porque estão cheios de dores, físicas ou mentais isso só pode ser frescura ou procura de atenção. Ás vezes o que fácil para nós pode não ser necessariamente fácil para o outro - eu posso achar que uma pessoa que quer morrer é cobarde, mas a verdade é que eu consigo andar e respirar sozinha. Também parece que elas ás vezes suscitam uma compaixão indesejada: o seu filho tem isso? de certeza? devia ir a outro medico, é que sabe o filho da minha vizinha (quando se trata de crianças de certeza que a última coisa que os pais querem é que alguém lhes impute culpas..) ou: a sério? Mas pareces tão normal...Isto não ajuda. Acho que as doenças mentais talvez mais do que outras levam as pessoas ao isolamento - porque é difícil explicar a quem está de fora o quão difícil ou importante é determinada coisa. E este estigma pode impedir a pessoa de procurar auxilio. No fundo, o difícil é mesmo pormos de lado o nosso egoísmo, porque todos somos naturalmente um pouco egoísta e um pouco centrados em nós próprios. Era bom que se falasse mais destes assuntos a fim de se eliminar ideias erradas e mitos..

Quem Escreve Aqui

Feminista * plus size * comenta uma variedade de assuntos e acha que tem graça * interesse particular em livros, História, doces e recentemente em filmes * talento: saber muitas músicas da Taylor Swift de cor * Blogger há uma década * às vezes usa vernáculo * toda a gente é bem-vinda, menos se vierem aqui promover ódio, esses comentários serão eliminados * obrigada pela visita

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Sumo que já se bebeu

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
*

A Ler...

*
*

Algo especial a dizer?

*