Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Filme: Guardians of the Galaxy

 

Antes de mais um desabafo: vou apertar o gasganete da próxima pessoa que me disser que super heróis não é coisa de menina. Um assunto de menina é aquilo que ela quiser sejam personagens de BD, punk rock ou literatura existencialista. A sério este tipo de conversa irrita-me...Ok, então há uns dias consegui arrastar alguém para ir ao cinema comigo ver Os Guardiões. Primeiro pensei que isto só podia ser fruto de uma pedrada colectiva lá nos estúdios...Não há aqui os discursos do costume nem as personagens impecáveis. Enfim, toda aquela fórmula. É mais uma comédia - adorável, cheia de nostalgia e de bom humor. É refrescante assistir a algo que não se leva demasiado a sério, que é um problema que tende a afectar filmes destes...Tão negros. Então temos: Peter Quill uma espécie de Indiana Jones da galáxia que foi abduzido da terra 20 anos antes; uma moça verde, porém badass (Gamora); um tipo com dificuldades em entender a linguagem não linear e que se ri em alturas impróprias (Drax...o meu preferido!); um guaxinim (Rocket) e uma árvore (Groot) um bocado repetitiva. Tudo gente esquisita e de moralidade questionável que acaba a salvar um planeta do vilão psico. De facto, lá no fundo todos tem algumas qualidade e é aqui reside a melhor parte: a ideia que vocês não precisam de ser os mais bonitos ou mais inteligentes, para salvar o mundo. Quer dizer, era porreiro se todos pudéssemos ter super poderes ou sermos imortais, mas a verdade é que somos falíveis, temos as nossas pankas e ás vezes não encaixamos lá muito bem. Puxa, eu ás vezes acho que aterrei aqui na terra meio por engano, e as pessoas querem que aja e fale de maneira que não faz sentido para mim. Conhecem a sensação? De chegar ao final do dia a achar que valemos menos que zero?

 

É reconfortante pensar que não temos de ser perfeitos para conseguirmos fazer algo de valor. É uma mensagem que merece palminhas - e já estava a fazer falta porem no ecrã um herói que fosse meio trapalhão. Ninguém espera que eles tropecem nos próprios pés, mas quem nunca? O Chris Pratt é a coisa mais ridiculamente fofa, especialmente quando dança...Vi logo pelo trailer que a coisa só podia prometer, mas foi mesmo a escolha perfeita, embora o resto do pessoal também esteja bem inclusive o vilão. Aquela cena de abertura é irresistível...A banda sonora é óptima e os efeitos também são bons acho - não ligo muito a explosões, mas há bastantes e também umas cenas bem bonitinhas. A parte chata é que alguma cenas tendem um bocado para o cliché e há outras que precisavam de ser melhor trabalhadas, infelizmente a agenda da Marvel é muito preenchida e depois há filmes que não recebem a atenção que merecem. Apesar de isso é ali um tempo bem passado para todos. Há coisas depois dos créditos como sempre mas é um trollada, o bom é que toda a gente já tinha saído deixando a sala agradavelmente vazia...Já agora a sequela diz o IMDb sai em 2017. Céus, é demasiado tempo de espera.

Por aqui vai-se lendo...

 

Isto é o que tenho neste momento na mesa de cabeceira. Parece uma doidice tentar ler ao mesmo tempo três calhamaços mas acontece que continuo a saga de acabar os livros que estão em lista de espera. Comecei pelos mais pequenos e agora sobram estes...É também um dos motivos deste blog andar meio ás moscas nos últimos dias...Tenho aproveitado todos momentos livres para lhes pegar. E para escrever umas coisinhas que não têm lugar aqui. Como também não fui de férias para lado nenhum não há fotos de areia sedosa e águas límpidas para postar...Pelo menos estou bem acompanhada.

Essas pessoas...

...que vão a um restaurante de bifes ou a um de churrasco e ficam chateadas por não haver opções vegetarianas na ementa. Tipo, se eu fosse vegetariana e quisesse ir jantar fora a qualquer lado não escolheria um rodízio onde a única opção seria comer a salada enquanto todos os outros se empanturram de proteína animal. Alguém vai a um restaurante japonês e fica chateado por não haver feijoada? Ou esse pessoal que vai ao italiano e pede a lasanha sem molho e não sei quê para ser mais light. Não é suposto ser light, é lasanha...Comam-na e pronto.

Essas coisinhas...

 

Estava aqui pensar que se os livros físicos desaparecerem, como afirmam algumas pessoas, há toda uma série de coisas que desaparecerão também. Para começar todos esses rituais que temos com eles, que não têm explicação racional mas que nos fazem sentir melhor...Suponho que seja esta a definição de qualquer ritual relacionado ou não com livros. Não vamos levar com um piano na cabeça se de repente decidirmos ir beber o café a outro sítio diferente, mas mesmo assim resistimos a essa mudança. Em certos aspectos nós continuamos a ter uma mentalidade primitiva: gostamos das coisas no sítio - eu vou á caça e tu ficas na gruta, inventamos explicações pouco críveis para os fenómenos que não conseguimos compreender e ficamos aterrorizados quando a natureza, que julgamos controlar, se revela hostil. A humanidade é tipo um Chihuahua: nós temos armas, e computadores super potentes grrrrr! Mas no fundo somos muito pequenos. Enfim, eu gosto de ler as informações da contracapa antes de começar um livro, folheá-lo, sentir-lhe o peso....Podia simplesmente agarrar nele e ler? Podia, mas não era a mesma coisa. Acho que ler é uma experiencia completa em que se podem usar todos os sentidos.

 

E depois desapareceriam todas essas coisinhas: estantes por exemplo. Parecendo que não é algo que diz muito de nós e das nossas preferências. Mas também os marcadores, aquelas capas lindas que usamos para os livros não se sujarem, os lápis roídos na ponta com que sublinhamos as passagens que gostamos ou os blocos se não gostarmos de riscar, as agendas...Como muitos bibliófilos eu babo-me quando vejo estantes especialmente se estiverem cheias de livros apetecíveis e tenho uma caixinha onde guardo os meus marcadores, não faço propriamente colecção mas se encontrar algum dentro de um novo livro guardo. Será que um dia vão deixar de haver lápis de cor e canetas? Quando era pequena não havia miúda que não chegasse ao primeiro dia de aulas com o estojo cheio de canetas de gel com cheiro e brilhantes. Não sei porque mas sempre gostei destes coisas, talvez haja uma correlação entre gostar de material de escritório e de livros. Há dias por coincidência encontrei num site uma colcha com citações de livros estampadas...Se tivesse uma casa minha compraria logo mais umas almofadas a condizer. E uns electrodomésticos cor de rosa para a cozinha! Voltando aos livros físicos, não tenho nada contra ebooks nem demais tecnologias afinal tenho aqui este estaminé aberto que dá muito jeito para divagar, mas ás vezes quando penso naquilo para a qual caminhamos imagino um quarto fechado sem janelas e sem nada há volta porque já não é preciso e alguém debruçado sobre um aparelho com toda a sua vida condensada ali. É um bocado deprimente.

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e filmes podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados e fascistas não são bem-vindos. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Agosto 2014

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Sumo que já se bebeu

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

A Ler...

Algo especial a dizer?