Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Como manter os idiotas afastados

 

 

Confesso: sou um bocado passada da cabeça. Nem sempre ajo como as pessoas acham aceitável e nem sempre sigo as regras convencionadas... Antes achava que o problema era meu, mas agora simplesmente não quero saber...Porque me hei-de estar a chatear com os outros acham ou deixam de achar? Em virtude disto já tive um sem número de pessoas a olhar para mim com aquela cara tipo "wtf, de que planeta é que esta caiu?". Isto claro tem as suas desvantagens, mas também é positivo em certas ocasiões. Por exemplo mantém certas pessoas indesejáveis à distância. Isto vem a propósito de um episódio que se passou quando eu andava no secundário. A minha turma tinha alguns idiotas, embora no geral fosse porreira. Curiosamente a minha mãe quando pôs os olhos em cima das pessoas que estavam na apresentação do 10º ano achou que me tinha de tirar dali rapidamente antes que me esfaqueassem.

 

Acabei por aprender uma lição importante: a nunca, mas nunca julgar pela aparência. A minha turma do básico tinha um óptimo aspecto ou não fossem quase todos meninos do papá, porém eram terríveis, então as gajas eram autênticas cobras capelo...Até hoje quando descubro que alguma está viva, penso nos cuidados que elas devem ter para não morder a próprio língua. Mas, estava eu dizer que por vezes ser um bocado passada até dá jeito. Aconteceu então que eu estava numa aula particularmente chata (devia ser história) e comecei a brincar com uma tesoura. Um idiota qualquer virou-se para mim a mandar boquinhas e como idiota que era perguntou o que eu ia fazer com a tesoura. Ia para responder qualquer coisa como "estava a pensar espeta-la na tua garganta", quando a minha colega do lado se sai com esta -"A tesoura é para ela se cortar". Não sei se foi mais épico o facto da minha colega ter dito aquilo com a maior naturalidade ou a cara de perplexo que o gajo fez. Decidi aproveitar e fiz deslizar o dedo na lâmina da tesoura...

 

Passamos um resto de aula muito sossegado. 

Campera

Provavelmente muitos já terão tido conhecimento da história da Campera através do Facebook. A Campera foi encontrada à beira de uma estrada num estado miserável: subnutrida ao extremo, com feridas, cega de um olhinho...Uma senhora recolheu-a e entregou-a na UZ (União Zoófila). Para saberem toda a história basta ir à página de Facebook da UZ. Não vou por aqui a foto da Campera como ela foi encontrada, pois não quero ferir a susceptibilidades de ninguém...É de se ficar agoniado. Neste momento, segundo as últimas notícias da UZ, a Campera já consegue comer, bem como dar uns passinhos: 

 

 

Costuma-se dizer que não se deve desejar o sofrimento de ninguém...Pois eu desejo que quem fez isto a um animal indefeso passe um sofrimento igual ou pior. Isto não é de seres humanos...É de bestas. Que não têm nada dentro...Para mim um animal representa a forma mais pura de amor: é completamente incondicional e desinteressado. Um cão (ou um gato, ou outro animal) não quer saber se somos magros, gordos, altos...se somos ricos ou se estamos sempre falidos. Não pedem nada em troca a não ser carinho. Ficam sempre felizes por nos verem após um dia de trabalho.

 

São as mais leais criaturas, muito mais que os humanos que passam a vida a trair os outros para satisfazer os seus interesses. Os animais apanham pancada e voltam. Lembram-se daquela mulher que deixou a herança ao gato? Parece ridículo, mas de certeza que esse gato fez mais que qualquer familiar ou vizinho. Por isso acho que quem faz isto a um animal deve sofrer e muito...Decididamente maldade do ser humano nunca parará de me surpreender...

Dia da Criança...De Algumas pelo menos

Quando eu andava na primária o dia da criança era sempre aguardado com expectativa: tínhamos direito a um bolo à nossa escolha e a ficar no recreio mais tempo que o costume. Claro que naquela altura as injustiças do mundo passavam-nos ao lado...Bons tempos! Mas agora já não consigo olhar para este dia (e para outros...) sem me lembrar da quantidade de crianças que não têm direito a ele, que não têm direito absolutamente nenhum. Notícias como a do massacre de crianças na Síria, ainda torna este dia mais agridoce. Quanto mal se consegue fazer às crianças? São massacradas, vendidas, obrigadas a trabalhar, privadas da educação, usadas como coboais em países ditos civilizados...Não é possível ter esperança na humanidade assim. E depois há aqueles que têm tudo menos atenção dos pais...Agora parece que os miúdos são educados pela televisão, enquanto os pais estão muito ocupados. Enfim...Nada melhor que aproveitar este, para mimar as crianças sim (não é preciso gastar muito dinheiro, às vezes umas horas passadas com elas são mais valiosas), mas também para reflectir um pouquinho sobre aquelas que não têm nada e por quem se faz tão pouco...Entretanto fui ao meu outro blog resgatar este vídeo que vem a propósito do que escrevi:

 

Pág. 3/3

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

A Ler...

Algo especial a dizer?

subscrever feeds