Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Banda sonora para os próximos tempos

Este semestre tive uma enormidade de cadeiras para fazer: nove. Consegui passar a quatro, uma ainda não sei e vou fazer exame a quatro. O primeiro é já esta Sexta-Feira...Vou tentar não deixar o blog parado. De qualquer modo, a partir de dia 14 de Julho estarei livre para me poder dedicar a escrever textos bonitos e profundos aqui no estaminé. Não sei como vão correr as coisas, mas nesse dia entro de férias...Finalmente! Entretanto a única coisa que me dá animo é a música, pois nem com paciência ando para ler. E já tenho banda sonora: 

 

 

Já devo ter vídeos da Marina publicados algures aqui no blog, mas pronto agora tou fixada...

 

 

(Primeira imagem tirada deste site e a segunda deste Tumblr)

Inspira-me: O que é um blog?

Pode ser...

 

- Um sítio onde podemos mostrar que temos montes de roupas caras, que saímos todos os dias de casa super bem arranjadas, que temos um namorado fantástico que nos oferece viagens surpresa para a Polinésia, que lemos muito, etc. 

 

- Um sítio onde nos podemos queixar de tudo, inclusivamente do namorado que afinal não era assim tão perfeito. Estes posts atraem sempre muitos comentários, porque já se sabe que um blog tem sucesso desde que fale destes três assuntos: sexo, relacionamentos, sapatos. 

 

- um sítio onde podemos descarregar o nosso ódio acerca de algo ou de alguém 

 

- Algo que podemos apagar quando nos apetece, voltar abrir, voltar apagar ao estilo Primadonna 

 

- um sítio onde nos podemos sentir úteis publicando intricados e maravilhosos textos sobre uma grande variedade de assuntos, até sobre aqueles sobre os quais não percebemos nada

- um sítio que faz com os alones se sintam menos alones

 

Mas também...

 

- um sitio através do qual se podem fazer verdadeiros amigos

 

- se podem partilhar receitas, conselhos, experiências...

 

- um sítio onde se pode conhecer histórias de vida inspiradoras

 

- um sítio onde se podem encontrar textos extraordinariamente bem escritos, seja de forma divertida ou mais séria

 

- textos esses que nos podem abrir horizontes para outras formas de pensar

- um hobbie que serve de desculpa para não irmos àquele invento chato 

 

Mudanças do conceito de beleza

2000 a.C: 

Vénus de Willendorf

 Século XVI

 

 Vénus de Urbino de Ticiano (1538)

 

Século XX

Marilyn Monroe em 1956

 Século XXI:

Século XXII

 Ou talvez: 

Kate Moss versão cyborg

 

Está cada vez mais difícil seguir os padrões da moda...

 

Créditos: Primeira e segunda imagem tiradas da Wikipédia; terceira tirada deste blog; quarta deste tumblr; quinta da Infopédia e sexta deste site

Como manter os idiotas afastados

 

 

Confesso: sou um bocado passada da cabeça. Nem sempre ajo como as pessoas acham aceitável e nem sempre sigo as regras convencionadas... Antes achava que o problema era meu, mas agora simplesmente não quero saber...Porque me hei-de estar a chatear com os outros acham ou deixam de achar? Em virtude disto já tive um sem número de pessoas a olhar para mim com aquela cara tipo "wtf, de que planeta é que esta caiu?". Isto claro tem as suas desvantagens, mas também é positivo em certas ocasiões. Por exemplo mantém certas pessoas indesejáveis à distância. Isto vem a propósito de um episódio que se passou quando eu andava no secundário. A minha turma tinha alguns idiotas, embora no geral fosse porreira. Curiosamente a minha mãe quando pôs os olhos em cima das pessoas que estavam na apresentação do 10º ano achou que me tinha de tirar dali rapidamente antes que me esfaqueassem.

 

Acabei por aprender uma lição importante: a nunca, mas nunca julgar pela aparência. A minha turma do básico tinha um óptimo aspecto ou não fossem quase todos meninos do papá, porém eram terríveis, então as gajas eram autênticas cobras capelo...Até hoje quando descubro que alguma está viva, penso nos cuidados que elas devem ter para não morder a próprio língua. Mas, estava eu dizer que por vezes ser um bocado passada até dá jeito. Aconteceu então que eu estava numa aula particularmente chata (devia ser história) e comecei a brincar com uma tesoura. Um idiota qualquer virou-se para mim a mandar boquinhas e como idiota que era perguntou o que eu ia fazer com a tesoura. Ia para responder qualquer coisa como "estava a pensar espeta-la na tua garganta", quando a minha colega do lado se sai com esta -"A tesoura é para ela se cortar". Não sei se foi mais épico o facto da minha colega ter dito aquilo com a maior naturalidade ou a cara de perplexo que o gajo fez. Decidi aproveitar e fiz deslizar o dedo na lâmina da tesoura...

 

Passamos um resto de aula muito sossegado. 

Campera

Provavelmente muitos já terão tido conhecimento da história da Campera através do Facebook. A Campera foi encontrada à beira de uma estrada num estado miserável: subnutrida ao extremo, com feridas, cega de um olhinho...Uma senhora recolheu-a e entregou-a na UZ (União Zoófila). Para saberem toda a história basta ir à página de Facebook da UZ. Não vou por aqui a foto da Campera como ela foi encontrada, pois não quero ferir a susceptibilidades de ninguém...É de se ficar agoniado. Neste momento, segundo as últimas notícias da UZ, a Campera já consegue comer, bem como dar uns passinhos: 

 

 

Costuma-se dizer que não se deve desejar o sofrimento de ninguém...Pois eu desejo que quem fez isto a um animal indefeso passe um sofrimento igual ou pior. Isto não é de seres humanos...É de bestas. Que não têm nada dentro...Para mim um animal representa a forma mais pura de amor: é completamente incondicional e desinteressado. Um cão (ou um gato, ou outro animal) não quer saber se somos magros, gordos, altos...se somos ricos ou se estamos sempre falidos. Não pedem nada em troca a não ser carinho. Ficam sempre felizes por nos verem após um dia de trabalho.

 

São as mais leais criaturas, muito mais que os humanos que passam a vida a trair os outros para satisfazer os seus interesses. Os animais apanham pancada e voltam. Lembram-se daquela mulher que deixou a herança ao gato? Parece ridículo, mas de certeza que esse gato fez mais que qualquer familiar ou vizinho. Por isso acho que quem faz isto a um animal deve sofrer e muito...Decididamente maldade do ser humano nunca parará de me surpreender...

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

A Ler...

Algo especial a dizer?

subscrever feeds