Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Inspira-me: a minha praia preferida

 

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade

sophia de mello breyner andresen

  

 

Não gosto muito de fazer praia, mas quando faço vou sempre para o Portinho da Arrábida. É uma praia linda, mesmo no fundo da serra.  Não tem muita gente... fica a uma hora de caminho (quem vem de Lisboa de carro). Mas vale apena, porque a vista é de cortar a respiração. quando se sobe a serra a primeira coisa que se ve é o mar, azul profundo em contraste com o céu, como se os dois se fundissem num abraço eterno. Depois começa-se a avistar o areal. uma faixa pequenina encrava entre o mar e a serra escarpada...de um lado o mar, amante ternurento, e do outro serra, imponente e séria, vigilante como uma mãe. O mar não ondeia aqui, só é preciso ter cuidado com as correntes. Quando o sol escalda, pode-se descansar junto ao arvoredo.

 

 

Ao final da tarde o sol esconde-se por trás da serra, mergulhando a praia na penunbra, impondo tréguas entre os demais elementos. é. Como eu disse é uma praia que não tem muita gente, mas os estacionamentos são escassos (e pagos). Convém ir cedinhos, para não terem que andar uma hora até chegar ao areal. Naquela zona existem também umas ruínas romanas, penso que são tanques de salga de peixe (a última vez que lá foi tirei fotos, mas desapareceram do pc).

É dos sítios mais bonitos que conheço, recomendo vivamente que visitem.

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e filmes podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados e fascistas não são bem-vindos. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

A Ler...

Algo especial a dizer?