Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Sobre crescer...

 

Outro dia estava estava a ver o canal panda enquanto a minha sobrinha comia, eram umas sete da tarde e deparei-me com uns desenhos animados cuja a história era curiosíssima: um bando de miúdas estava a andar de bicicleta e há uma que cai e torce um pé começando logo num pranto. Até aqui todo normal enfim cair de bicicleta deve doer, mas o problema era mais profundo: é que ela queria ir ter com um miúdo de quem gostava e assim estropiada já não podia ainda por cima aparece lá uma bitch qualquer que lhe diz que o gajo não gosta dela e outras maldades assim. A miúda ao ouvir isto chora que se desunha e as amigas penalizadas pelo facto decidem-lhe arranjar um encontro com o tal tipo. Qualquer semelhança entre isto e uma novela mexicana é pura coincidência. Depois de uma pesquisa descobri que estes desenhos animados são uma adaptação dos livros da Anita. Ora, no meu tempo a Anita era uma criança reguila de uns dez anos para aí e que tinha um cão chamado pantufa...Mas eu devo estar desactualizada, porque agora as miúdas de dez e onze anos já sofrem desgostos amorosos. Juro que não fazia ideia...Eu quando tinha dez anos ainda estava na primária e a minha preocupação era escapar ás reguadas da professora. Só uns três anos depois é que outro género de preocupações passaram a fazer parte da minha lista...Estes miúdos crescem tão rápido hoje em dia. A sério... Outro dia estava estava a almoçar com uma amiga no Colombo e ás tantas reparo que ela esta com um ar um bocado chocado...Perguntei-lhe o que era e ela diz-me que estão dois putos a comerem-se na mesa de trás e eu rio-me e digo-lhe que estamos as duas a ir para velhas. Mais tarde voltamos a avistar outro casalinho do lado de fora da Imaginarium, onde tínhamos acabado de entrar (efeitos da Primavera só pode...) e eu penso para mim, porra os miúdos ali naqueles preparos e eu aqui a carregar nos botões das máquinas registadoras de brincar e a mexer nos caleidoscópios (tenho uma pancada por caleidoscópios, se não fossem tão caros comprava uns quantos). Deprimente eu sei, porém cheguei a conclusão que alguém devia dizer a estes miúdos que crescer é uma das maiores armadilhas da vida. Devíamos todos dar mais ouvidos ao Ackbar.

4 comentários

Comentar post

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Sumo que já se bebeu

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Algo especial a dizer?