Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Desabafos Agridoces

"Enfim, bonito e estranho, desconfio que bonito porque estranho"

Can you hear me, Major Tom?

1417480572503355392-png__700.jpg

 

Há algo que consegue ser quase tão nauseante como estes bilionários gastarem porradas de dinheiro, dinheiro este de nenhum modo ganho pelo seu privilégio, fuga a obrigações fiscais (como assim?) e exploração de trabalhadores (nunca!), para satisfazerem as suas fantasias - foi a isto que chegou a humanidade, a um megalómano duelo de pichas...Talvez alguém esteja a tentar compensar alguma coisa. Tantas piadas que se podiam fazer, felizmente sou uma senhora. O que consegue ser igualmente nauseante é ver pessoas a aplaudir isto como se fosse um grande avanço para a humanidade.

 

"Tesla founder and serial entrepreneur, Elon Musk is one of these new rocket men. “Those who attack space,” he tweeted recently, “maybe don’t realise that space represents hope for so many people”. That may be true of course in a world where huge inequalities of wealth and privilege strip hope from the lives of billions of people. But (...) it obscures the extraordinary demands of escaping from Mother Earth, in terms of energy materials, people and time.

(Tirado daqui)

 

Uma pessoa não consegue evitar afundar-se de embaraço ao ler certos tweets. Se já não  estivéssemos habituados, claro. Não esperamos nada menos. Mas vamos lá ver: que muitas pessoas ao certo? Os muitos milhões que morrem de fome, que não têm acesso a cuidados de saúde básicos, uma casa, educação, que enfrentam precariedade no emprego ou o perderem durante a pandemia ou os que perderam tudo em desastres naturais extremos? Enquanto isso a riqueza destes tipos só aumentou.

 

Total American billionaire wealth stands at $4.6 trillion as of the stock market close on April 28, by our count. That’s up 35% from $3.4 trillion when markets opened on January 1, 2020, just as Covid-19 was beginning to take the world by storm.

(Tirado daqui)

 

O único beneficiado aqui é o ego (Benefit to humanity: 0%. Benefit to ego: 1,000,000,000%, como encontrei alguém a dizer com certeira sabedoria). Nada aqui está relacionado com a ciência ou com o planeta, mas dá-lhes jeito injectar nas nossas cabeças estas ideias espaciais que pouquíssimos poderão usufruir para desviar atenção dos problemas reais aqui na terra, nos quais eles têm uma grande quota de responsabilidade. Uma diversão. E vejam só o que estava a acontecer ao mesmo tempo que o mais recente capítulo da medição de pichas: cheias na Alemanha e Bélgica, calor insuportável no Canadá e na América, incêndios violentíssimos...

Pois sim, mal posso esperar por turistar no espaço! Mas primeiro tenho de começar um negócio numa garagem para a seguir obrigar os meus funcionários a mijarem para uma garrafa (e impedi-los de formarem qualquer organização, intimidando-os e levando-os à morte. Enquanto aceno lá de cima, mais rica do que nunca).

 

"Billionaires are not leaving the planet, they’re insulating themselves from the general public with bulletproof vehicles, battery-powered gated communities, and possibly even exclusive transport tunnels. They have the resources to maintain multiple homes and to have private jets on standby if they need to flee a natural disaster or public outrage.

We desperately need the public to see through the spectacle of the billionaire space race and recognize that they’re not laying the groundwork for a fantastic future, or even advancing scientific knowledge about the universe. They’re trying to extend our ailing capitalist system, while diverting resources and attention from the most pressing challenge the overwhelming majority of the planet faces."

(Tirado daqui)

 

Se a necessidade de satisfazer o ego é assim tanta, mandem construir bibliotecas e hospitais e espetem lá o vosso nome, mas prestem atenção ao que estão a fazer não vão prometer ventiladores e acabarem a enviar as máquinas erradas. De facto, é difícil imaginar maior espectáculo de capitalismo selvagem. E vamos ficar aqui sentados a aplaudir tanto mais quando sabemos perfeitamente que foi este egoísmo (e arrogância) que levou ao caos no planeta? Acham que eles vos vão estender a mão quando a água vos chegar ao pescoço? Depois de anos a acumular uma riqueza obscena e a atirar à nossa cara que se estão nas tintas (enquanto a fortuna de alguém aumentava durante a pandemia, as queixas dos trabalhadores mais que triplicaram) até eu consigo ver que a resposta não é um sim. Parem de ser cheerleaders de pessoas de merda.

 

Pensamentos sobre problemas do mundo

- Vídeos com conteúdos do tipo: magoei o meu amigo(a), namorado(a) e depois comprei um presente para compensar ou destruí os pertences do meu amigo(a), namorado(a) e depois comprei tudo novo, precisam de acabar. É doentio. 

- Programas de renovações em que se vai a casa de alguém remodelar uma divisão ou arranjar uma casa para uma família em necessidade ainda dou de barato, mas depois há aqueles programas em que decoradores ajudam pessoas a ter uma casa do jeito que sonharam e por pessoas entenda-se gente branca e rica e por casa entenda-se uma mansão do tamanho de um centro comercial. Não entendo o apelo de ver isto.

- Gostava de ter a paz mental das pessoas que dizem que coisas como quotas ou coisas destinadas apenas a mulheres como transportes (é conhecido que países como o Japão têm carruagens de comboio só para mulheres) são um cancro na sociedade mas nada têm a dizer sobre as razões que levam a que elas tenham de existir, no segundo caso derivado do comportamento de tantos homens que impedem de nos sentirmos seguras em todo e qualquer sítio neste planeta.

- Sempre achei que comprar em lojas chinesas era considerado pobretanice, mas parece que está na moda...? O Youtube não pára de me recomendar vídeos de gente alegremente mostrando as roupas que comprou nessas lojas chinesas online. Para começar não tenho a certeza que vocês precisem realmente de mais vinte sacos de roupa nova e também não sei se a ética vem dentro de algum.

- Só agora descobri que há muita gente a seguir no Instagram influenciadores que não existem. Não no sentido de manipularem tanto a sua imagem que se tornam outra pessoa, mas no sentido em que não são mesmo humanos nem têm existência física. São digitais. Só de pensar neste conceito fiquei com uma dor cabeça por vinte minutos.

- E gostava de ter a paz de espírito das pessoas que dizem que as feministas são umas nazis (nem gosto de sair de casa e vocês acham que está nos meus planos invadir a Polónia. E só porque não gosto nada de calor não quer dizer que queira gelar nas neves russas...Tenham bom-senso, por favor), porque enquanto dizem isso há um tipo, muito provavelmente jovem e branco, a planear um banho de sangue porque odeia mulheres. Mas não se pode dizer isto senão outros incels vão atirar-se ao ar, temos de dizer tretas do género - estava deprimido porque lhe morreu o gato. 

Vacina

Primeira dose da vacina tomada, depois de uma trepidante espera. Pelo sim pelo não decidi meter um livrito na mala - uma leitora não gosta de ser apanhada desprevenida, acho que até para o cinema já levei livros. Mas não cheguei a ter tempo de abri-lo, foi tudo muito rápido e eficiente e os trinta minutos de "castigo" passei a observar o movimento. O meu pobre braço ficou inutilizado, mas apenas por uns dois dias. Tenho notado gente que tem algum receio, mas por exemplo há dias encontrei um post em que alguém dizia que a fibrose quística se pode curar com xixi e isto parece-me muito preocupante.

Filmes: especial coming of age

(Uma conjugação um pouco estranha, mas é tudo óptimo)

 

A1 (3).jpg

 

Booksmart 

Olivia Wilde

2019

"On the eve of their high school graduation, two academic superstars and best friends realize they should have worked less and played more. Determined not to fall short of their peers, the girls try to cram four years of fun into one night."

(Tirado do imbd)

 

A9 (1).jpg

 

Persepolis 

Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud

2007

"Based on Satrapi's graphic novel about her life in pre and post-revolutionary Iran and then in Europe. The film traces Satrapi's growth from child to rebellious (...) teenager in Iran. In the background are the growing tensions of the political climate in Iran in the 70s and 80s, with members of her liberal-leaning family detained and then executed, and the background of the disastrous Iran/Iraq war"

(Tirado do Rotten Tomatoes)

 

A22.jpg

 

Pelo Malo (Bad Hair)

Mariana Rondón

2013

"Junior is nine years old and has “bad hair.” He wants to have it straightened for his yearbook picture, like a fashionable pop singer. This puts him at odds with his hard-working mother Marta (...) elicits a tidal wave of homophobic panic."

(Tirado do imbd e daqui)

 

Quem Escreve Aqui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e filmes podem conter spoilers. Comentários insultuosos serão apagados e fascistas não são bem-vindos. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico.

Calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

A Ler...

Algo especial a dizer?