Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Uma Questão de Peso

Outro dia estava a ver um vídeo com as piores músicas de 2014 e estava lá incluída aquela All About That Bass da Meghan Trainor. Ouvi falar vagamente dela pelos blogs, parece que meio mundo postou esse vídeo, mas nunca me dei ao trabalho de ver. Fiquei com ideia que era uma música sobre nos sentirmos bem connosco próprias e isso... Só uma pessoa idiota a colocaria na lista das piores quando há tantas com mensagens horríveis certo? Fui então ouvir a coisa em questão - para já tenho de dizer que aquilo é irritante como tudo. Fica no ouvido como as comichões: queremos tirar mas não dá. Depois fui ver a letrinha - algumas coisas fizeram-me torcer o nariz: Yeah, my momma, she told me, "Don't worry about your size" She says, "Boys like a little more booty To hold at night" - não devíamos gostar do nosso corpo por nós próprias sem nos preocupar-mos com o que os outros gostam ou deixam de gostar? "Cause I got that boom boom that all The boys chase All the right junk in all the right places" - outra vez o que gajos gostam ou deixam de gostar...Suponho que alguns gostem outros não. Eles ainda são uns tantos neste planeta. Gordura nos lugares certos? Isso é que era bom. I'm bringing booty back...Não é uma letra com muita classe, mas eu deixaria isto passar não fosse um pormenor discrepante: não há no clip nenhuma rapariga gorda. Nem a artista nem as bailarinas.

 

meghan-trainor-lips-are-movin.jpg

 

Não me lixem: é isto que a sociedade considera ser gordo hoje? O único ser humano com peso a mais naquele clip é um senhor negro que não sei o que está lá a fazer, mas dança de maneira absolutamente contagiante. Que gorduras no sítio? Bem, talvez não dê para vestir um trinta quatro mas está longe do drama que é procurar roupa com tamanhos grandes e outras aventuras do género acho...Talvez ela sinta mesmo gorda, sei lá. Pensar nisto deixou-me deprimida e então comecei a extrapolar - se ela fosse realmente obesa o vídeo seria também muito promovido? E se ela fosse realmente obesa e aparecesse a fazer a espargata teria tantas visualizações? Eu adoro campanhas que promovem a aceitação corporal: gordas, magras, coxas, sardentas, não interessa, e de vez em quando até publico algumas coisas aqui, mas seria ingénuo pensar que alguém não ia aproveitar o filão que as gordas podem representar - um público sensível e fácil de convencer. O objectivo não é mudar nada: uma música sobre raparigas rechonchudas? Óptimo! Não essa rapariga não, ela canta bem mas é uma baleia e as pessoas iam ficar nauseadas! Acontece o mesmo quando alguém lê a sinopse de um filme e pensa - sim senhor um filme sobre uma miúda nerd porreiro! E quando se vai a ver é uma super modelo a quem puserem uns óculos. Tão credível...Parece que caminhamos para o dia em que a Rihanna vai ser processada por incentivar a obesidade.

 

Há muita hipocrisia quando se fala disto da aceitação corporal - lembro-me de ler que uma famosa revista recusou uma produção com Gabourey Sidibe porque aparentemente ela não cabia nas páginas. Melissa Mccarthy contou numa entrevista o quão difícil é arranjar roupa para os eventos porque os estilistas se recusam a criar algo para ela. A diversidade, tal como outras coisas também, tem muita graça na teoria...Mas queremos realmente miúdas obesa a dançar em vídeos e a dizer o quão felizes se sentem realmente? Ou continuamos a querer figuras gostáveis que nos digam apenas umas larachas? A Disney arranjou uma princesa que pela primeira vez não queria um príncipe e a primeira coisa que li sobre isso é que ela devia ser lésbica...Imaginem se fosse gorda. Acho que ainda temos muito que esperar até que isso aconteça - pelo menos agora já há uma princesa latina. Basta ver aquelas áreas de comentários no Youtube e ler certas coisas na blogosfera -  a FKA Twigs parece uma porca com aquela argola no nariz! Que alien! Não sei o que ele viu naquilo. Sou a única que acha estranha esta tendência para escrutinar as namoradas dos famosos? Se é para fazer músicas, agora estou a falar no geral, sobre quão prejudiciais são estes padrões de beleza de hoje então que não se tenha nojo de mostrar senhoras "defeituosas" e que haja a mesma promoção para todas artistas grandes. No fundo, continua a ser muito difícil fugir-lhes...

 

8 comentários

Comentar post

Quem Escreve...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé