Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Não é por nada...

 

Mas fiz 26 anos algures a semana passada. Tinha planeado escrever um texto sobre isso mas na altura não me saiu nada...Não é que hoje esteja mais inspirada. Textos reflexivos sobre o meu percurso, o que aprendi e não sei quê...Não obrigado - já bastou quando tinha de ir ao psicólogo. A única coisa que me ocorre é a mais óbvia e deprimente - estou a ficar velha. Não gozem que isto é sério. Só mais 4 anos para deixar a casa dos vinte e nem um pouco mais adulta e normal. Também não tenho nada para sortear aqui em jeito de celebração, mas partilho a foto acima que sou eu ao serão. 

Continuando com os conceitos....

Estar com muito boa disposição de manhã cedo: claro que não é socialmente aceitável que uma pessoa se dirija aos outros com rosnados, mas estar super alegre tão cedo é inquietante. Em especial se houver certas perspectivas pela frente como três horas de uma aula de estatística. A sério. Ainda ligado a isto: pessoas que chegam a qualquer lado cedíssimo e já trazem a maquilhagem feita, pele a brilhar, cabelo esticado...Para mim isto reveste-se de magia, já que o meu objectivo antes de sair de casa de manhã consiste em ver se não calcei uma meia de cada nação. Não há tempo para mais. Pessoas que na plataforma se posicionam exactamente no sítio onde a porta do comboio vai abrir: nunca consegui e nunca percebi como é que se faz. O conceito de estar a gritar e a buzinar às dez e tal da noite - não me batam. Ontem estava com uma bruta dor de cabeça. 

Conceitos que acho difíceis

Futebol: gostava de trocar ideias sobre o assunto, mas não sei grande coisa. Os meus comentários versam sobre o tempo ou sobre o que se vê nas bancadas. Ou fico em silêncio a avaliar quem são os jogadores mais fisicamente interessantes. Aqui está um ranking que eu analisaria com cuidado. Há dias encontrei uma lista feita pelo Sapo mas achei pobre - não considero nenhuma lista que não inclua o guarda-redes da Alemanha por exemplo, tadinho. Casamentos: é difícil explicar às pessoas que preferia falecer do que enfiar um vestido branco e ter que dançar perante um salão cheio de convidados (que vão falar mal da festa, mesmo tendo comido alarvemente) ou ter que atirar um bouquet pelo ar. Além disso eu sou um bocado bronca: não vou colocar-me em situações em que isso possa ficar registado para a posteridade. Porque quereria exibir-me num momento que diz respeito a duas pessoas? Nem vou entrar pelo tópico: pedidos de casamento em público. Olhem estranhos aleatórios o meu homem quer assinar um contrato comigo! Vejam todos (e especialmente todas) a minha sorte! Claro que cada um faz o que quer, até já há uma empresa no Japão que casa a pessoa com ela própria. Alimentar pombos: há pessoas que saem de suas casas para atirar pão aos pombos sem ligar ao facto de eles serem uma praga. Alguém alimenta ratos? Ainda assim é melhor saírem à rua do que atirarem o pão pela janela podendo acertar na cabeça de quem vai a passar. Mais: há pessoas que atiram o pão para a estrada e os pombos ficam tão excitados que não se desviam dos carros e são atropelados! A sério. 

Se podes ver, repara

Um dos flagelos desta era é o pessoal que comenta sem ler as coisas com atenção. No Youtube: 520 pessoas a fazerem a mesma pergunta mesmo quando a resposta está na descrição. Já ninguém tem paciência para ler textos longos ou para ver um vídeo de vários minutos seguido. Há o flagelo dos que continuam a aceder a sítios que não gostam só para se irritarem e irritarem os demais. Incluem-se aqui os que acham certos programas de TV nojentos e não sei quê, mas não perdem um episódio. Há os que ficam encravados numa frase ou palavra específica do texto. Este fenómeno está visível no meu post anterior: houve quem ficasse encravado no nome do presidente da câmara. Quando vi o post em destaque lá em baixo na página inicial do Sapo tratei logo de arregaçar as mangas e de começar a trautear o Eye Of The Tiger para o caso de surgirem comentários agressivos. E não é que surgiram mesmo? Um quarto flagelo é o das pessoas para quem a ironia passa a voar. A primeira vez que me insultaram aqui no blog foi por causa de uma notícia que comentei num tom irónico: uma pessoa não percebeu e tratou de mostrar a sua indignação. Recentemente houve aquele senhor que achou mesmo que eu gostava de cortar órgãos masculinos com um cutelo. Esta foi demais: desde daí que estou entregue ao álcool. A humanidade está a estupidificar. Há dias enquanto pensava nisto dei por mim a pegar nos talhares que já estavam no escorredor e a lavá-los de novo sem perceber. 

Aplicação Prática

Quando vos perguntarem o que é ironia respondam isto: eu ontem estava a ouvir uma musiquinha boa e um dos versos era este - But nothing ever happens if you stay in your room. Achei que o verso estava correcto e que eu devia ser uma moça mais de exterior e mais amiga de conviver. Hoje saio de casa, dou uma queda e esfolo os dois joelhos. Nothing ever happens if you don't get hurt...Não se pode dizer que colocar álcool em cima de um joelho em carne viva seja indolor. 

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé