Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Os Fortes e os Fracos...

Recentemente li um livro que dizia o habitual sobre sermos o sexo fraco e assim...O interessante é que as personagens masculinas passavam metade do tempo a fazer bestices: chatearem-se uns com os outros, meterem-se em duelos, serem cruéis por nenhuma razão...Eu sou o sexo fraco, mas o teu personagem é que descarrega mau humor sobre os outros só porque foi contrariado. Um outro livro dizia que as mulheres não são capazes de amizades fortes, mas o narrador é que estava zangado com o amigo há décadas. A ironia nunca se esquece de mandar lembranças...Somos tão condescendentes com as personagens masculinas e tão duros com as femininas: a Anna Karenina é uma irresponsável, a Emma é fútil e enxerida ("Emma Woodhouse, bonita, inteligente e rica, com uma casa confortável e disposição alegre". Esta descrição mata logo qualquer simpatia não é?), a Dolores [Lolita] é uma putinha; a Becky [Rebecca Sharp] é uma víbora...Por acaso ela é mesmo, mas esta é a questão: temos a mesma ideia sobre um comportamento quer seja praticado por homens ou mulheres?

 

As mulheres são emocionais demais para participar em debates diz o deputado partindo uma cadeira na cabeça de outro. Porque será que há senhores que comparam o casamento com ir para a forca? Nunca na História tipos foram obrigados a casar...Por ser mulher sou naturalmente interesseira? Ora, quem casava com meninas que tivessem o maior dote ou que tivessem a melhor posição social ou quem chegava a dono de fábricas depois de se casar com a filha do anterior ou quem podia usar à vontade o dinheiro que o outro membro do casal ganhava? Eu perguntei ao meu pipi se ele queria carregar todo o peso da maldade humana e ele disse que não. Acho que é por isto que ainda não temos uma Jane Bond - a ideia de uma mulher agir daquele modo é esmagadora para a maioria das pessoas. Os nossos padrões são também elevadíssimos para as mulheres na vida real e nem temos noção do quão nocivo isso é. A ideia de superioridade é perigosa - não só é por causa dela que alguns pensam "posso bater ou abusar desta mulher", mas é por causa dela que outros pensam que podem cometer genocídios, arrasar terras ou queimar gatos vivos...Passamos bem sem estas coisas. 

3 comentários

Comentar post

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé