Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Ilustres desconhecidas - III

 

Como disse num post anterior, muita gente toma por certo que as mulheres nunca participaram em nada da História...Por isso hoje só para contrariar temos algumas corajosas militares da segunda guerra que não só enfrentaram o rigor dos combates como o preconceito e o escárnio da sociedade. Na foto, Aleksandra Samusenko nascida em 1922 que comandava um tanque T-34 onde servia também como oficial de comunicações. Esteve em várias frentes  - Bryansk, Voronezh e Kursk onde se deu a célebre batalha em 1943 em que também participou. A dada altura do combate o comandante do batalhão foi morto e ela tomou o seu lugar e conduziu as tropas para fora de uma emboscada - esta acção valeu-lhe uma medalha de honra. Em 1945 ela participou na ofensiva russa na Pomerânia onde morreu a 3 de Março quando um tanque a atropelou acidentalmente. Outra condutora foi Mariya Oktyabrskaya que ingressou no exército em 1943 depois de saber que o seu marido tinha sido morto. Como não a queriam deixar entrar nas brigadas ela vendeu todos os seus bens e comprou um tanque que chamou de Fighting Girlfriend e que ofereceu ao exército com a condição de ser ela a conduzir. Ninguém a levava a sério, mas logo no seu primeiro combate ela foi a primeira da brigada a conseguir furar as linhas inimigas e quando o tanque foi atingido ela saiu para o reparar mesmo debaixo de fogo.

 

Irina Levchenko que além de comandante era também enfermeira e foi a primeira russa a receber a Florence Nightingale Medal pelos seus serviços. Ela ajudou a retirar mais de uma centena de soldados feridos do campo de batalha. Durante um combate ela feriu-se com gravidade mas recusou-se a ir para a reserva e continuou a lutar. Havia uma mulher na marinha: Ekaterina Mikhailova que participou missões como militar e enfermeira. Como protesto contra a desigualdade entre homens e mulheres na distribuição de títulos honorários recusou os que lhe foram atribuídos depois da guerra. Engenheiras como Ludmila Kalinina que comandava uma unidade de reparação de tanques. Aviadoras como Lydia Litviak e Katia Budánova - as duas únicas mulheres a receberem o título Ás da Aviação que era atribuído aos aviadores militares que abatessem cinco ou mais aeronaves inimigas, durante uma batalha. Em 1941 foi criado um regimento de bombardeio nocturno exclusivamente feminino - aviadoras e mecânicas a maioria com não mais de 20 anos. O perigo de voar á noite sobre campo inimigo em frágeis biplanos não as demoveu - entre 1942 e 1945 realizaram mais 30.000 missões. Para evitar serem descobertas elas desligavam os motores e ficavam a planar  por isso os alemães chamavam-lhes as bruxas da noite. Havia mulheres na artilharia como Zina Kozlov - apanhada em acção nesta foto aqui. Não cabem aqui todas as estórias envolvendo senhoras durante a guerra...

 

Quem Escreve...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé