Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Filme: Fúria

Fury-2014-Movie-Banner-Poster.jpg

 

Estava entusiasmada para ir ver este filme desde que começaram a falar dele na net, mas não tinha certeza de convencer alguém a ir comigo...Mas os meus poderes de persuasão acabaram por levar a melhor! Fury passa-se em Abril de 1945 - o dia D já aconteceu mas a guerra continua. Berlim ainda não caiu, isso só aconteceria no mês seguinte, e os nazis continuam a resistir. Don Collier (Brad Pitt) é um sargento veterano cuja a missão é mandar pelos ares estes nazis teimosos, abordo de um tanque M4 Sherman com mais quatro tipos. Uma missão quase suicida no coração das linhas inimigas...Achei um bom filme, tem pontos positivos, porém não fiquei completamente satisfeita.

 

Pensei que ia ser mais duro e mais visceral, mais focado na desumanização - homens transformados em monstros e tal. Quer dizer também tem isso, mas não tanto quanto estava á espera...Tem algumas cenas fortes, mas não é especialmente gore o que acaba por ser bom se vocês forem meio sensíveis. Gosto do facto de se passar no fim da guerra e não no inicio, acho que acentua o carácter kafkiano de tudo aquilo. Mas cai em alguns clichés, temos os alemães a fazerem coisas terríveis e isso...Talvez assim seja mais simples para os espectadores, quem não ama batalhas entre o bem e o mal? O problema é que o bem jamais ganha, seja o acontecer no fim - as guerras são um desperdício monstruoso onde todos perdem, as passadas e as presentes embora claro estas sejam mais difíceis de avaliar - deixe-mos essa tarefa para os nossos netos. As personagens também são um bocado cliché: além do tipo que manda na cena que varia entre o durão e o paternalista, há um mexicano (Michael Peña), um tipo que passa a vida a falar de Jesus (Shia LaBeouf), um idiota que ás vezes precisa de ser metido na linha (Jon Bernthal...Um papel não muito diferente daquilo que fazia no TWD) e um novato (Logan Lerman) que cai ali do nada. Ele é uma espécie de Joseph K - só queria estar na pacatez do seu escritório...Não é realmente difícil prever o que vai acontecer. By the away, ele é tão adorável que fica difícil uma pessoa concentrar-se. Basicamente estava á espera de mais. A minha irmã que foi comigo achou suficiente, assim como as pessoas atrás de mim que decidiram emitir opinião um pouco alto de mais. Chatas essas pessoas que não guardam a sua opinião para si...

 

Fury-Movie-Trailer.jpg

 

Apesar disso achei as interpretações óptimas...Não é como se só existisse o Brad e o resto fosse paisagem. Nota-se que há realmente um esforço da parte de todos os envolvidos (se forem como eu que quando andei a pesquisar, fiquei tipo - mas o que faz o Shia faz neste elenco?! - vão ficar surpreendidos) para entrar nas personagens e para se conectarem, afinal eles partilham um espaço absolutamente claustrofóbico (ultrapassa-me como é cinco pessoas conseguiam caber ali dentro), é como se eles fossem parte da própria máquina...Não sei se já deu para perceber mas este filme tem montes de tanques, foi isso na verdade que me levou a querer ir ao cinema. A super estrela é o Tiger, nome completo: Panzerkampfwagen VI Tiger Ausführung H, emprestado por um museu inglês - uma máquina verdadeira e não uma réplica. Eram tanques pesados muito difíceis de destruir, especialmente para os Sherman americanos consideravelmente mais pequenos e menos resistentes. Foi uma opção que achei bem porreira, devo dizer. Há também um esforço considerável para fazer o espectador mergulhar no ambiente: os cenários são cinzentos, há lama por todo o lado, chove...A reconstituição pareceu-me razoável com atenção aos detalhes, por exemplo, havia uma pin-up na parede do tanque..lol. E não se esqueceram do símbolo das SS nos uniformes, pormenor meio que irrelevante, mas estão ver a ideia. Sobre outros tenho algumas dúvidas...

 

Para quem receia adormecer na sala ou no sofá, convêm dizer que a narrativa tem uma assinalável tensão não apenas devido ao facto de qualquer coisa poder explodir a qualquer momento, seria estranho se assim não fosse, mas também alguma a nível psicológico. Há uma cena em particular com duas senhoras alemãs numa casa que é a melhor conseguida neste aspecto, fica-se ali em expectativa durante uns minutos, infelizmente a cena no geral é um bocado ridícula...Tinha de haver uma dose de mimimi. O final deixou-me dúvidas, mas tem duas ou três cenas que são interessantes assim como as imagens de arquivo (devem ser) que passaram nos créditos...Tive sorte de ninguém se ter atravessado á frente impedindo-me de ver, a sério porque está tudo sempre com tamanha pressa, nem deixam acender a luz...E pronto, não é um mau filme. Vê-se, especialmente se forem apreciadores do género.

 

4 comentários

Comentar post

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé