Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

O Circo dos Sonhos

 

 

O Circo dos Sonhos de Erin Morgenstern

Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 464
Editor: Civilização
Preço: 14,85€
 
Neste seu romance de estreia a americana Erin Morgenstern dá-nos a conhecer um circo muito especial: Le Cirque des Rêves, ou em português o Circo dos Sonhos. E o que tem ele de especial? Nunca abre de dia. Apenas ao cair da noite, fechando de madrugada. Nunca é precedido de qualquer aviso: um dia simplesmente aparece e alguns dias depois desaparece da mesma forma misteriosa. É todo a preto e branco, sem nenhuma cor mais e não tem uma só tenda, mas várias aglomeradas. E dentro de cada uma destas tendas acontecem coisas mágicas e únicas: pode-se passear em jardins de gelo, voar, recordar memórias perdidas no recanto da mente…Só que enquanto os visitantes se deslumbram, nos bastidores decorre uma batalha mortal entre os dois mágicos responsáveis pelo circo: Celia e Marco, treinados desde pequenos pelos seus mentores para se defrontarem. E penas um pode sobreviver. Mas quando amor nasce entre os dois, as coisas começam seriamente a complicar-se…
 

Erin Morgenstern presenteia-nos assim com uma história repleta de magia e feitiços que se passa noutra dimensão onde tudo é possível. Infelizmente, é um livro que apresenta alguns falhas em termos de escrita e estrutura...É uma pena pois a ideia em si tinha bastante potencial (e daria um belíssimo filme, já agora). A escrita não é má de todo, mas revela inexperiência e uma grande necessidade de ser aprimorada. Descrições não existem e quando a autora se digna a explicar alguma coisa embrulha-se e acabamos a saber o mesmo que antes, isto é, nada. Um circo, de uma maneira geral, é uma conjugação de sentidos: visão (os malabaristas, a multidão…); o som (os risos, a música, o silêncio no momento fatal em que achamos que o equilibrista se vai estatelar no chão…) e o cheiro claro: algodão doce, pipocas! Se a história envolve um espaço destes o autor tem de ser capaz de por as sensações no papel fazendo o leitor sentir que está realmente lá, naquele local a sentir toda aquela excitação e encantamento. A isto se chama captar a essência…E acabei por não me sentir dentro da história a maior parte do tempo.

 

Ainda que pareça um pouco picuinhas pode deixar de reparar que a autora usa uma quantidade massiva de adjectivos acabados em “mente” que não têm grande utilidade e que repete muitas vezes as mesmas ideias. Em termos de estrutura a narrativa não é linear, por exemplo, há um capitulo que se passa em praga em 1894, depois passa para Massachusetts em 1902, volta para 1894 e os seguintes três ou quatro capítulos são em 95. É uma grande confusão…O tempo da acção é lento. Praticamente não se passa nada durante mais de metade do livro e só nos últimos capítulos a história ganha folgo.

 

Outro ponto que notei é que há algumas lacunas na história: Célia e a Marco tem de lutar um contra o outro devido a uma aposta feita pelos seus mestres, mas nunca se chega a perceber a que propósito a que esta aposta vem e quando é que começou, aliás não se sabe quase nada das personagens a não ser das principais, ou seja, as personagens secundárias vão aparecendo assim do nada. É uma pena que não haja melhor aproveitamento, por exemplo, da contorcionista Tsukiko (a minha personagem preferida já agora). Mais uma lacuna: as lições que os jovens mágicos receberam antes de se encontrarem. Sabemos que eles tiverem lições de magia, mas em que consistem concretamente ficamos sem saber. Conclusão: É um livro com uma excelente ideia de base que acaba prejudica pela inexperiência da autora, mas não deixa de ser uma história agradável e boa para exercitar a imaginação. Como se trata do primeiro livro de Erin Morgenstern e é de supor que estes aspectos menos bons, nomeadamente os estilísticos, serão melhorados. É uma autora a seguir. 

 

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé