Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

um desabafo sentimental....

 

 Rene Magritte, Le Pelerin, 1966

 

Digo a mim mesma que sou forte...Mais uma garfada: - "hoje esteve calor..."; "pois esteve...olha esqueci-me de comprar batatas...". Mas não há conversa de circunstância que sobreviva. Parece tudo tão mesquinho face às notícias do telejornal. Que interessa se sentimos calor, quando o país anda arder (não consigo imaginar o Gerês queimado…já basta ter de olhar para a Arrábida ardida…) e se não compramos batatas, quando há gente quer perdeu tudo com as cheias….Mas temos viver, temos de ser mesquinhos e fazer conversa…se pararmos para pensar como é que conseguimos dormir à noite? Vou para o quarto, mas não sintonizo o canal nas notícias, ponho MTV (eu sei, fracote…), para variar não dá nada de jeito. Tenho cento e tal canais e não vejo nenhum….Agora oiço:

 

“Girl, you see me smiling

Girl, i'm singing words of joy to the world

Between the lines it's hidden in the smile

Can't you hear a cry for love”

 

Tento esquecer a história dos concursos de sauna. Porque há-de alguém enfiar-se num sítio a 110 graus? Como é que vão dizer isto à mulher o tipo que morrer? “Lamento informar mas o seu marido decidiu assar-se…”. Está tudo louco. Já passei do David para a Rita sapatos vermelhos (serão de rebuçado?) .

 

“Come back to see the day,

you lost your heart and all your hopes,

i´ll take you to see the sunrise,

and try your catch your ghost”

 

Olha uma boa notícia: “Sporting proíbe vuvuzelas no Estádio de Alvalade”, deviam era proibir isso nos estádios todos…e já agora na praceta em frente à minha janela.

Com isto não liguei mesmo a televisão. Estou no site do expresso, mas deliberadamente na secção “sociedade”, onde fiquei a saber que as riscas marinheiras estão moda (fazem-me gorda…) e que um tipo vai dar a volta ao mundo à pala do Twitter. Mas que interessa isto? A voz de Ana Bacalhau (Deolinda):

 

“A noite vinha fria,

negras sombras a rondavam,

era meia-noite,

e o meu amor tardava”

 

Não tenho por hábito reler o escrevo (a não ser por correcção ortográfica…). O distanciamento permite ver as coisas com melhor clareza. Fico com a ideia da falta de sentido deste texto, mas precisava mesmo escrever o que fosse. Um fado:

 

“À espreita está um grande amor mas guarda segredo
Vazio tens o teu coração na ponta do medo
Vê como os búzios caíram virados p’ra norte
Pois eu vou mexer o destino, vou mudar-te a sorte”

3 comentários

Comentar post

Quem Escreve...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé