Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Escrita e Mentalidade

Não consigo deixar de ficar espantada quando leio um livro de um autor de uma época longínqua tipo século XVIII ou XIX e constato que aquelas personagens femininas têm mais carácter que muitas que se vêem hoje. Nem sempre são badass no sentido do termo: podem ser tolinhas, doces, más (ou tudo isto ao mesmo tempo) mas não se esquecem logo assim que se vira a página. Acho que já falei disto aqui, mas a verdade é que ainda não encontrei explicação para este fenómeno de apagamento das personagens femininas ou da sua transformação em apêndices sem interesse numa altura em que se pode escrever sobre tudo - não é como se fossemos levados a tribunal por escrever um livro com cenas de adultério. E depois há aquela: sim elas são fracas, mas é um romance de época...É compreensível. Pode ser, mas depois de ver este argumento tantas vezes repetido pergunto-me se o problema é a época ou é a mentalidade do autor. Quem vir pode pensar que só muito recentemente as mulheres aprenderem a somar dois mais dois. Não é como se, por exemplo, o primeiro romance da História não tivesse escrito por uma mulher (Murasaki Shikibu, 1008) ou a primeira obra de ficção cientifica (Mary Shelley, 1818) ou a tecnologia que deu origem ao wi-fi (Hedy Lamarr, anos 40) ou que o primeiro programador da História também não tenha sido uma senhora (Ada Lovelace, 1815-1852). É esse efeito propositado ou apenas um mau trabalho de construção das personagens? Pois é...Um assunto não existe só porque não encontramos muita informação sobre ele. É paradoxal que agora que se fala tanto em igualdade pareça existir em alguns aspectos um retrocesso...Não apenas quando o assunto é igualdade: pessoas que não vacinam os filhos? Não me espantaria sair agora à rua e encontrar cartazes a dizer que tomar a pílula faz de mim uma assassina. Uma vez encontrei esta ideia na zona de comentários de um jornal. 

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé

subscrever feeds