Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Jornais e sexismo

Ontem na net encontrei esta ideia que me pareceu interessante: A Vagenda Magazine, uma publicação feminista online criada em 2012, desafiou os seus seguidores no Twitter a reescrever os títulos das notícias dos tabloids sem o preconceito e o sexismo do costume. O resultado dá que pensar e é também um bom exercício para fazer no dia a dia. Não aceitem nada do que lêem ou veem sem tentar pensar um pouco nisso primeiro. Encontrei neste site, onde há mais exemplos: 

 

 

 

 

 

 

Um problema de estantes

Como disse num post anterior estou a precisar de aumentar a minha estante. Não é que tenha já de andar a empilhar livros no chão, mas é algo que vai acabar por acontecer por isso decidi que era melhor ir vendo os preços e tirando as medidas ao espaço. Acontece que o Ikea descontinuou a produção da estante Expedit - quando fui á loja não a vi lá, então pesquisei na net e fiquei a saber da notícia. E agora? A alternativa mais aproximada é uma estante chamada Kallax, que não me parece tão boa e além disso não tem as mesmas medidas - cortaram uns quantos centímetros.  Se precisasse de uma estante inteira era fácil, mas só preciso de mais umas quatro ou oito prateleiras...Não dá para arranjar nem em segunda mão. Não é que a Expedit fosse um móvel muito bonito ou diferenciado, mas era prático e funcional (a menos que tivessem que a mover...) e sim bem sei que hoje em dia para quê gastar dinheiro em estantes quando tudo é digital? Está tudo á mão sem o problema do pó e não sei quê, mas eu sou uma alma antiga que ainda gosta de arrumar livros físicos em estruturas físicas...E gosto que eles fiquem alinhadinhos, uma fila por prateleira. Qual terá sido a razão para descontinuarem a pobre estante? Menos madeira? Faz sentido, mas mesmo assim...Tadinha da Expedit. É que além daquela onde tenho os meus livros, tenho outra igual onde guardo outros livros e tralha variada já há bastante tempo e uma pessoa habitua-se...Rest in peace. 

Fui desafiada - Parte 6 (livros)

(Os meus mochinhos...Só porque sim)

 

Andava a garimpar pela tag livros quando encontrei no blog StoneArt este desafio que consiste em escolher dez obras que consideremos serem as melhores que já lemos...Decidi copiar a ideia e fazer uma listinha com os meus títulos de eleição, entretanto fui também desafiada pelo blog O gosto pela Leitura. Era para escolher só dez, mas com franqueza...Cabem tantas estórias e personagens no coração de um leitor! A ordem é basicamente aleatória, conforme me vieram os nomes á mente. E antes que me chamem elitista, é claro que não os colocaria na lista se não tivesse gostado, tenho preguiça de dar uma explicação para cada um. Obrigado a todos os que se têm lembrado de mim para estas coisinhas, sois uns fofos! Quem quiser levar o desafio ou deixar alguma sugestão de leitura aqui á gerente esteja á vontade. Agora vamos lá:

 

- Os Maias, Eça

 

- O Véu Pintado, Somerset Maugham

 

- Música para Camaleões, Truman Capote

 

- Ada ou Ardor, Nabokov

 

- Mar Morto, Jorge Amado

 

- Memorial do Convento, Saramago

 

- Jane Eyre, Charlotte Brontë

 

- Mil Novecentos e Oitenta e Quatro, Orwell

 

- Diário de Anne Frank

 

- A Rapariga que Roubava Livros, Markus Zusak

 

- Anna Karenina, Tolstói

 

- Contos Exemplares, Sophia de Mello Breyner

 

- Sem Destino, Imre Kertész

 

- Memórias de uma Gueixa, Arthur Golden

 

- A Feira das Vaidades, William Thackeray

 

- O Vermelho e o Negro, Stendhal

 

- A Metamorfose, Kafka

 

{#emotions_dlg.heart}

Ainda o preço dos livros

Neste Fim de Semana que passou li um artigo no Público que dizia que há menos pessoas a ler e a comprar livros e também menos livrarias. Em relação a este último facto não tenho dúvidas, já os outros dois...Por acaso achava que até andávamos a ler mais, não tanto como deveria ser mas ainda assim...Andei a ver os comentários ao artigo, sim tenho esse hábito masoquista, e muita gente falava dos preços exorbitantes dos livros como um dos factores que poderia levar as pessoas a se afastarem da leitura. Tenho de concordar que de facto são muito caros até já escrevi sobre isso aqui mais do que uma vez. Porque tenho de pagar vinte cinco euros por uma romance histórico que me custa dez no original? E preço dos clássicos? Upa, upa...E podia dar muitos mais exemplos. Mas agora olhando por outro prisma, também não se pode usar os preços como desculpa para não se ler nada. Não é difícil encontrar livros a um preço mais acessível sem falar dos que são a custo zero. Claro que não dá para ler tudo o que queremos...Quando era mais nova mantinha uma lista com títulos que queria, depois percebi que nunca ia conseguir tê-los todos mesmo que entrassem em promoção. Agora só tenho alguns títulos anotados que procuro sempre que encontro um site de venda ou uma feira, nunca se sabe quando podem aparecer...Mas qualquer coisinha arranja-se. Acho que o problema de não se ler é mais complicado que isso e passa pela própria maneira como se encaro o acto. Há uns tempos li uma crónica em que o autor contava que tinha deixado um livro no peitoril da janela a ver se alguém lhe pegava, isto vinha em seguimento de mais qualquer coisa que não me lembro mas hei-de procurar, mas acabou por ter de o pescar de novo para dentro porque ninguém parou ainda por cima estava a chover. As pessoas no geral simplesmente não têm interesse e não encaram a leitura como algo de  utilidade - quantas vezes se ouve um pai dizer para um filho larga mas é isso e vai lá para fora ou larga isso e vai fazer qualquer coisa de jeito?

 

Ora, se vocês têm um petiz e nunca lhe leram estórias, nunca lhe deram a oportunidade de mexer em livros ou nunca o incentivaram de alguma maneira para isso, o mais provável é ele também não o fazer no futuro...Há excepções como no caso desta que vos escreve e claro que ás vezes as boas intenções parentais não resultam, mas por princípio é mais fácil moldar quem é pequenino. Ler tem vários benefícios: expandir o conhecimento, o vocabulário, melhorar a capacidade de expressão escrita e oral, a capacidade de raciocínio...Diz-se que é uma actividade que o cérebro gosto muito. E não importa se vocês são engenheiros ou padeiros. E depois é aquela base: para que perder tempo com isso quando se pode fazer cenas tão mais divertidas como cuscar a vida dos outros no face ou qualquer coisa do género? A internet é certo coloca-nos á disposição uma variedade de coisas interessantes (como blogs literários!), eu digo sempre isto antes que achem que sou extremista ou sei lá, mas tira-nos tempo e concentração - experimentem passar vários dias inteiros agarrados pc e depois ir ler. É assustador. Queremos tudo imediatamente e sem esforço e um livro não é uma coisa imediata. É aí que reside a graça, na verdade, mas estamos a ficar embrutecidos e não temos como escapar. As pessoas já nem sequer investem umas nas outras quanto mais num livro...Vejam o tamanho da Guerra e Paz (passa-se na Rússia como disse o outro que devia estar preso em vez de andar a fazer filmes). Isto são tudo problemas de mentalidade que demoram muito tempo a resolver...Acompanharam as reportagens a propósito do analfabetismo? Vocês podem montar uma banca com livros a um euro que metade do pessoal não vai abrandar o passo para ver. É tipo as pessoas abandonarem os animais por causa da crise, como se nunca tivessem feito isso...Nada disto invalida que os livros neste cantinho á beira mar sejam caros mas também não é preciso exagerar, isto é, dizer que não se lê só por este motivo. Como eu disse no início qualquer coisa sempre se arranja para matar o bichinho...Até ver.

Fui desafiada - Parte 4 e 5

 

O pessoal aqui do Sapo ando mesmo muito cusco...Desta vez decidi juntar dois: as perguntinhas do Liebster que me foram passadas pelo blog E Hoje Vou e o selinho Very Inspiring Blogger Award que também me foi atribuido pelo blog anterior e pela Nathy e que consiste em partilhar sete factos sobre a minha mui nobre pessoa. Acho que já fiz uma coisa parecida em tempos...Whatever. Passo a todos os que estiverem interessados a fazer.

 

the facts were these

 

- quando era miúda sabia o nome de todos os pokemons de cor

- mas nunca consegui aprender a tabuada direito

- tenho mau feitio...Não podemos todos ser fáceis como as manhãs de domingo

- Amo História, especialmente do século XX. Também é um óptimo tópico para afastar gente

 - não gosto do cheiro a relva cortada, é sufocante

- prefiro o frio ao calor

- Tenho o hábito de roer as unhas até ao sabugo

 

So many questions...

 

1. O que é mais importante para ti em ter um blog? Como assim? O mais importante é continuar a gostar de escrever aqui...No momento em que deixar de ter graça é porque é hora de declarar a falência aqui do estaminé. E é preciso ter algum tempo e abertura de espírito.

 

2. Como é que escolhes o tema para os teus posts? lendo coisas da actualidade e\ou posts em outros blogs...Também há temas que surgem por acaso. Á noite quando não consigo dormir chego a pensar numa dezena de assuntos sobre a qual escrever. E também acredito que vou conseguir ter um corpo de modelo e chegar á lua. Só que depois amanhece.

 


3. Quais os blogs que mais aprecias? Gosto de blogs sobre livros...Não sou grande fã de moda e bebés, mas também sigo alguns. Depende de como está escrito

 

4. Para alem do blog, que outras coisas fazes? Sou uma sonhadora profissional que trabalha principalmente em período nocturno, como se pode deduzir pela resposta mais acima.

 

5. Qual foi o momento que mais te marcou? Porque? Na vida? Hum...

 

6. Como gostas de ocupar os teus tempos livres (para alem do blog, claro)? Leio, escrevo, oiço música, procuro coisas na net...Sabiam que existe uma sindrome que designa a depressão com que ficam os turistas japoneses quando chegam a Paris e percebem que é diferente do que esperavam?

 

7. O que e que valorizas mais no mundo em que vivemos? E o que e que te entristece? A família, não precisa ser de sangue...Ter um suporte. O que entristece? As pessoas que separam todos os ingredientes da francesinha antes de comer.

 

8. Quais são as tuas temáticas favoritas? Livros!

 

9. Qual o sitio que mais gostarias de conhecer? Irlanda (A Europa toda basicamente...)

 

10. Qual e o grande sonho da tua vida? Sei lá...Gostava de ter um ouriço, ou melhor dois: Sonic e Amy Rose!

 

 

11. Gostaste de participar neste desafio? Sim :)

Pág. 1/3

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé

subscrever feeds