Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

De Neptuno com amor...

 

Eu sempre fui muito bronca...Tipo aquela pessoa que tropeça nos próprios pés, especialmente com duas malas e um tabuleiro na mão e o refeitório cheio ou que troca a direita e a esquerda. Toda a gente é um pouco assim acho eu...O problema é que um dia comecei a perceber que, de facto, eu não regulava como a maioria das pessoas. É como se o meu cérebro tivesse falta de algumas informações o que se traduz basicamente em ter que aprender o que os outros parecem saber por instinto. Isto tudo junto faz com que eu seja uma gaja bronca level infinito. Porém, nos últimos anos tenho feito um esforço para me portar convencionalmente. E até tem corrido bem! Uma das coisas que descobri foi que se pode aprender muito observando os outros. Do género, se toda a gente se comporta desta forma nesta situação é porque deve ser o correcto, logo tento agir igual. Foi assim que aprendi o que devia dizer quando, por exemplo, alguém diz que vai fazer uma viagem...Em vez de ficar calada aprendi a fazer perguntas: para onde vai, quando...Dependendo da resposta posso fazer considerações sobre o sítio de destino ou falar da minha experiência se já lá estive, mas não em excesso. Aprender a calar a boca é uma arte que felizmente já vou dominando..

 

O pior é quando as pessoas fazem coisas inesperadas tipo falar de alguém que morreu e começar a chorar e essas coisas. E eu fico a panicar sem saber o que fazer. Não sou um monstro, mas as pessoas são imprevisíveis, o que parece resultar numa ofenda a outra e não dizem com clareza aquilo que querem. Um dia a minha mãe decidiu vestir-se totalmente de laranja e perguntou-me o que eu achava...Disse-lhe que parecia um semáforo. Claro que isto foi antes de eu descobrir que as pessoas quase nunca querem ouvir a verdade em relação ao que perguntam. Portanto um ponto chave: observação. E ir sempre tentando: ok isto hoje correu mal, mas amanhã será melhor. As pessoas ficaram a pensar que eu era louca? Que pensem...É a arte de se estar nas tintas...Pela tentativa e erro comecei a perceber, po exemplo, que assuntos podia usar quando as conversas morrem e fica aquele silêncio. Como o tempo. Porra, não existe melhor quebra gelo do que este. Com sorte a pessoa começa a falar da gripe que apanhou á dois anos e o diálogo encaminha-se. Falar de assuntos locais ou nacionais também costuma resultar...Digamos que eu tenho uma lista de assuntos neutros assim deste género. 

 

Tem graça que as pessoas tendem a tomar-me por tímida, mas na verdade evito falar das coisas que me agradam...Ninguém está interessado no último livro que li ou nas invasões napoleónicas logo abstenho-me (sonho de uma vida: encontrar alguém que não ache o meu gosto por história aborrecido). Mas, o mais engraçado mesmo é quando as pessoas perguntam qual é o meu curso e depois fazem aquele olhar de pura incredulidade: não é possível um alien como eu estar a tirar jornalismo. É difícil, é verdade mas aqui entra outra coisa que aprendi: se não nos desafiarmos nunca chegaremos a fazer nada....Mas, fónix há dias em que parece mesmo que vim de outro planeta...Não dizem que os homens são de Marte e as mulheres de Vénus? Eu sou de Neptuno. 

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé