Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

Desabafos Agridoces

"Not all girls are made of sugar and spice...Some are made of sarcasm and nothing is fine"

E pensavas tu que eras do contra...

Já me chamaram aqui politicamente correcta umas poucas de vezes. É sempre muito engraçado. Uma vez foi porque escrevi sobre uma modelo com trissomia 21 - no dia seguinte lá estava alguém com este blá blá. E eu tipo: mas meu senhor, eu só quero que todos sejam felizes! Eu estava contente por ter encontrado essa história e por falar dela num post. Às vezes dá-me vontade de escrever sobre isto do que é correcto ou incorrecto - mas entre abrir o pc (salvo seja: ainda continua com a dobradiça partida e não fecha) e entrar no blog desisto. É absurdo e eu não podia estar-me mais nas tintas. Com tantos conflitos armados neste momento no mundo, poluição, aumento do número de ditadores alguém que se dá ao trabalho de ir chatear outra pessoa porque esta disse que ambos os géneros barra pessoas de todas as cores barra pessoas consideradas com deficiência merecem o mesmo respeito...Give me a break. Se vocês falam de igualdade e alguém se irrita o problema é dela, não é vosso. Na verdade, irritar certos tipos de pessoas com esse assunto faz parte da diversão. E é muito necessário. 

Primeira leitura do ano

 

Terminei a Fábrica de Oficiais e assim está encontrada a primeira leitura deste ano. Passado em 1944, é a história de um crime ocorrido numa escola para oficiais alemães. É também a história do tenente encarregado de investigar esse crime - um tipo com demasiada espinha dorsal cujas investigações vão pôr a descoberto a bem montada máquina nazi de doutrinação de cérebros. Apesar da coisa toda se prolongar por 600 páginas (verdade e sempre no mesmo local), o livro não só não é aborrecido como é mesmo muito bom. Uma vertigem de sexo, morte e insanidade, escrito com um humor negro e com um cinismo cortante. Um pobre leitor risse às gargalhadas num capítulo e noutro a seguir já está com vontade de chorar. Se procuram histórias bonitas com adoráveis cavalheiros e cenas ao entardecer: não é neste departamento, mas aos interessados recomendo deveras. Não é apenas um excelente retrato histórico mas também tem interessantes reflexões sobre a natureza humana - sobre o bem e o mal, sobre saber pensar por si próprio e ter coragem em tempos hostis. Devia ser um livro datado. Mas não é. As outras duas coisinhas que decidi incluir na fotografia também são muito recomendáveis. Entretanto também acabei a Ponte sobre o Drina: bom no começo, aborrecido no meio, chegar ao fim é um acto de masoquismo. A sério. Em breve mais updates sobre o que se vai seguir.

History Lover Problems - V

Quando andava no básico costumava fazer fichas de História sem que me mandassem...Naquelas aulas em que não se fazia nada tipo estudo acompanhado eu sacava dos livros e assim dava a impressão que estava ocupada com trabalhos de casa comuns...Quando na verdade eu só estava a fazer aquilo porque gostava e para fugir a qualquer actividade desinteressante que estivesse a decorrer. Antes que me chamem deprimente devo dizer que História e Português eram as únicas coisas que eu gostava mesmo a sério - o resto encarava como costumamos encarar alguns fenómenos da natureza: não os queremos, mas têm de ser - e as únicas que me faziam ter vontade de chorar se calhasse a ter uma nota mais baixa. Podem chamar-me deprimente agora. 

Fascinações

Então sucede que tive que ir ao hospital fazer análises ao sangue, algumas picadinhas e tal. Chato, mas não tanto como ter de esperar de pé numa sala apinhada de pessoal incluindo gestantes e muitos velhinhos e portanto ainda menos hipóteses de conseguir um lugar. A questão é: sou a única que acha graça ficar a ver o sangue a entrar no tubinho? 

Book Lover Problems - XXVI

Em seguimento do post anterior: tenho tendência a saltar à frente algumas discussões - o que é um clássico, o que é escrever bem ou mal, se todos os livros são bons...Não é por malícia. É que isso nunca leva a lado nenhum. Eu leio um monte de coisas. Neste monte geralmente não estão incluídos: coisas lamechas, bestsellers, séries, auto-ajuda...Há demasiados bons livros e pouco tempo e pouco dinheiro. Também compro livros meio ao calhas às vezes, mas não custam 20 euros. Tenho a mesma política em relação a gastar dinheiro num bilhete de cinema para ir ver comédias de sábado à tarde. Também não é por malícia mas acho mesmo que há livros que são tão maus que mais vale ligar a TV. Naturalmente há uma diferença entre achar isto e andar a chatear os demais: acho que vocês devem ler o que vos apetecer e o que vos faz felizes e assim dispensam-se insultos e mimos nas caixas de comentários uns dos outros como já tenho visto. No fundo sou um doce. 

Book Lover Problems - XXV

Os posts que têm surgido com as leituras do ano de cada um: tenho tendência a saltar a parte dos números à frente. Não é por malícia...Nunca fui muito boa em números e isso quase nada me diz sobre como é que foi o vosso ano neste aspecto. Se nunca tivesse descoberto a blogosfera [literária] nunca teria descoberto que afinal não sou grande coisa como leitora: ainda não terminei nenhum livro este ano nem sei o que vou ler ao longo dele; não faço listas nenhumas; nunca sei o que está nos tops de vendas; não tenho a minha estante arrumada por ordem alguma (uma vez tentei mas não deu); às vezes entusiasmo-me e coloco seis livros na mesa de cabeceira - no dia a seguir queixo-me que não tenho nada para ler; nem sempre acabo o que começo; outro dia estava ler e precisei de uma caneta, levantei-me para ir buscar mas distraí-me a pensar em qualquer coisa e quando me voltei a instalar confortavelmente com o livro percebi que não tinha trazido a caneta...Há uma tampa de um pacote de leite aqui em cima da secretária. As razões para isso permanecem um mistério.

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Comentários agressivos ou insultuosos não serão aprovados. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

A dona lê

Tem Reclamações a Fazer?

Já visitaram o estaminé

subscrever feeds