Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos Agridoces

Blog onde publico aquilo que me apetece sobre qualquer tema: livros, música, parvoíces várias...Sempre com umas gotinhas de ácido, mesmo quando não parece.

Um minuto de silêncio

Por todos os posts que foram planeados mas que nunca chegaram a ver a luz do dia. Porque o tema deixou de ser pertinente, porque me apeteceu falar de outra coisa, por preguiça, porque cheguei à conclusão que era ridículo - normalmente coisas que me lembro à noite. Descanse em paz o post que tinha planeado sobre os Jogos Olímpicos, até notar que estava toda a gente a falar disso; um sobre os burkinis: estruturei o texto umas três vezes, mas quando me sentei para o escrever e comecei a pensar em toda a misoginia do mundo e como temos tão poucas hipóteses de ganhar qualquer que seja a nossa vestimenta, fiquei sem forças. Descansem em paz também os vários posts sobre coisas que ando a ler: é chato estar sempre a falar do mesmo. Há dias em que não sai nada de jeito, nem duas frases se consegue conjugar como deve ser, e em há dias em que simplesmente não há nada para dizer. Por exemplo, quando o ponto alto deste fim de semana foi uma sessão de leitura entre os lençóis e uma sandes que fiz com o resto de um caril. É passível de discussão que aos 25 anos eu continue a preferir comer num tabuleiro do que usar faca e garfo como as pessoas adultas e normais. 

Talvez seja amor...

Apesar dos vários livros que estão por ler, decidi pegar de novo no Memorial do Convento. É verdade. A cada nova leitura apercebo-me de coisas novas. Por exemplo, que somos um país pioneiro em muitas coisas que agora são moda. Devíamos receber o crédito por isso. Entre elas está o uso das burcas: "Pelas ruas de Lisboa, cheias de mulheres que vestem por igual, com os seus biocos, a saia de cima pela cabeça, uma nesga apenas a abrir para o sinal de olhos", no positivismo, na arte de ver alegria em tudo: "outra assada viva (...) diante das fogueiras armou-se um baile", bondage e sadomasoquismo: "vai sair a procissão de penitência (...) pareceu que faltou vigor ao braço do penitente ou que a vergastada foi em jeito de não abrir lanho na pele e rasgões que cá de cima se vejam, então levanta-se do coro feminil grande assuada". O meu objectivo é não ficar com os olhos húmidos como aconteceu da última vez. Os últimos capítulos são aquele sofrimento, mas ainda vou no início na parte em que a Blimunda explica porque tem de comer o pão. Ah, tantas razões para amar este livro...Vou lendo com calma, marcando as passagens, lendo outras coisas pelo meio. Há livros que quero reler: da última vez que contei eram tantos que dava para não ler nada novo durante um ano. Não é tanto por não me lembrar das histórias, mas pelo prazer que é voltar a eles. 

Mulheres na página do Google - II

(Continuação deste post com alguns dos doodles deste ano referentes a personalidades femininas)

 

 

Caroline Herschel nasceu em 1750 em Hannover. Começou por estudar música, mas trocou as notas por outra carreira menos convencional. Aos 22 anos mudou-se para junto do irmão William Herschel (conhecido por ter descoberto Úrano) e tornou-se sua assistente. Participava activamente nas suas pesquisas e nas horas vagas estudava e observava o céu. Descobriu três nebulosas, vários cometas e uma galáxia elíptica. Em 1787 foi a primeira mulher a ser nomeada astrónomo da corte e em 1846 recebeu uma medalha de ouro pelos seus "valiosos serviços, descobertas, observações e cálculos". 

 

 

Most reforms, most problems are complicated. But to me there is nothing complicated about ordinary equality. Alice Paul nasceu em 1885 em New Jersey numa família Quaker. Em 1907 enquanto estudava em Inglaterra tornou-se uma sufragista activa e foi presa três vezes. Em 1913, já na América, organizou uma marcha com 8000 mulheres de todas as classes e que foi vista por 500.000 espectadores. Para Alice actos que chamassem a atenção da opinião pública eram a única via. Ela deixou o American Woman Suffrage Association que era um movimento moderado e fundou outro mais radical, o National Woman's party. Logo estaria nas notícias pelas manifestações feitas mesmo em frente à Casa Branca. Elas foram agredidas e presas: em celas infestadas de ratos onde eram alimentadas à força. Alice foi presa duas vezes nesse ano (1917) e com o objectivo de a descredibilizarem chegaram a mandá-la para um hospital psiquiátrico. O Direito de voto na América foi conquistado a 26 de Agosto de 1920.

 

 

Sou obcecada por Ballet, filme e teatro, e tenho uma tara por Mozart. Assim se definia Lotte Reiniger nascida em 1899 em Berlim. Em criança ela gostava de recortar figuras em papel e animá-las em teatros feitos com caixas de papel. Mais tarde, ficou fascinada com o aparecimento do cinema e decidiu estudar técnicas expressionistas de iluminação. Em 1919 apresentou o seu primeiro filme feito com a técnica de animação de silhuetas e em 1921 ela e o marido abriram um estúdio especializado nesse minucioso processo: as partes que compunham as figuras eram recortadas em cartão, depois a figura era montada e levada para uma mesa com uma abertura sobre a qual era colocada uma placa de vidro e por cima desta uma folha de papel transparente. A placa era iluminada por baixo. Lotte tinha de mover as figuras e cada movimento era fotografado. "As aventuras do príncipe Achmed" de 1926 foi uma das primeiras longas metragens de animação da História: 11 anos antes da Branca de Neve. Até hoje os seus filmes continuam a surpreender pela sua incrível fluidez e graciosidade.

 

Fenómenos da blogosfera

Porque é que quando um blog está em destaque na página do Sapo blogs tudo corre normalmente, mas quando está em destaque na página principal, lá em baixo, aparecem sempre comentários alucinados? Ontem entrou aqui alguém que é contra o acto de ler. Esta nunca eu tinha ouvido. Passo a citar: "Observem a realidade e meditem e saberão a verdade, a industria dos livros só sobrevive enquanto houver leitores a acreditar que a felicidade reside na leitura, no entanto não passa de um vicio" Como não reside meu amigo? Comprar livros, lê-los, sniffar as páginas, arrumá-los na estante, falar sobre eles...Toda a minha vida tem sido uma mentira? Como é possível?! O meu mundo está a ruir! A minha parte preferida: "Quanto mais lerem mais "possuídos" ficam". Não fiquem com inveja de não terem comentadores desta categoria. Há uns tempos a propósito deste post deixaram-me um comentário enorme cheio de insultos - "só como dona de um blog consegue afirmar-se na pequenez da sua personalidade tortuosa, mesquinha, narcisista e vinagrenta". 

 

Quem Escreve...

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia

Avisos

As opiniões sobre livros e afins podem conter spoilers. Este blog não adopta o novo acordo ortográfico

Calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Sumo que já se bebeu

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
.

Em Leitura...

.
.

Tem Reclamações a Fazer? (Deixe um contacto de modo que eu posso responder)

.

Já visitaram o estaminé

subscrever feeds